MULTICHEF -

Londrina gastronômica


Fábio Luporini/ Especial para Folha 2
Fábio Luporini/ Especial para Folha 2

.
. | iStock
 

Um lanche com frango desfiado e salsicha. Para quem mora em Londrina, uma iguaria corriqueira. A cidade está cheia de lanchonetes e carrinhos de lanche com o item no cardápio. Não é assim tão comum noutras bandas. Ao contrário, tem lugares onde esse tipo de lanche não existe. Meu tio que mora em São Paulo, por exemplo, toda vez que vem para cá leva consigo uns três ou quatro lanches. Sim! Ele pede o lanche, deixa bem fechadinho no pacote, enrola em sacolinhas e viaja junto até a capital paulista.

 

Faz falta ao paladar pé-vermelho, que esteja em qualquer lugar do mundo, algumas iguarias que só se encontram aqui. Que podem até ter reproduções ou versões em outros lugares por aí, mas cujo sabor inigualável só se prova na terra roxa. Londrina talvez não tenha um prato típico original que caracterize a cidade. Daqueles que fazem do lugar reconhecido nacional ou mundialmente. Entretanto, toda vez que um estrangeiro desembarca por aqui, a gente se sente meio que obrigado a leva-lo em alguns quiosques e restaurantes típicos.



 

Vamos rapidamente imaginar um roteiro? Do bolinho de carne no calçadão às esfirras na Rua Mato Grosso. Ou então a vitamina da Sergipe, que combina com o pastel da feira. De qualquer feira, aliás. O parmegiana do centro, o suco da rodoviária, a sopa do barraco, o hot dog frango da lanchonete. Ah, o joelho de porco na Warta, os doces caseiros dos restaurantes rurais. E por aí vai. Certamente (e infelizmente) devo ter me esquecido de algum porque a lista é enorme.

 

O que quero dizer é que Londrina, embora não tenha oficialmente um prato típico, é gastronômica. É gourmet. O café, que outrora impulsionou a economia da cidade, agora serve de matéria prima para bolos, tortas, brigadeiros e até risotos. São inúmeras as possibilidades que a gastronomia adaptou para o grão que já foi a marca londrinense no mundo. Além disso, Londrina é a cidade dos hambúrgueres e dos rodízios japoneses. É a cidade dos risotos, das massas, das pizzas. E de tantas outras delícias!

 

É a Londrina dos jantares entre amigos, da mesa de domingo no almoço na casa da avó rodeada de família. É em torno da comida que por aqui acontecem todas as coisas. As boas e as ruins. Quem não tem uma lembrança assim? Quem não se recorda do primeiro encontro, da comemoração da formatura, do aniversário de idade ou de casamento, do encontro de amizades. Tudo envolve a gastronomia. E que bom que é assim! Não queríamos que fosse de outro jeito, né?

 

***

 

Obviamente a foto desta coluna não é de nenhum prato citado por aí. Afinal, seria muito injusto resumir em apenas uma foto tantas boas delícias londrinenses!


Confira o MultiChef na MultiTV:

.
. | .
 



Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias