COZINHA & SABOR -

Em tempos de quarentena


Fábio Luporini/ Especial para Folha 2
Fábio Luporini/ Especial para Folha 2

A quarentena a que fomos levados, por conta de toda a preocupação e prevenção ao coronavírus, está nos ensinando muitas coisas. Algumas delas filosoficamente mais complexas, como aproveitar melhor a vida, gastar o tempo com coisas boas e a recuperar coisas nostálgicas que fazíamos, como jogar jogos de tabuleiro. Tem gente que está aproveitando para arrumar os armários, dar uma geral na casa e na vida. E muitas pessoas aproveitaram e foram para a cozinha testar receitas novas e fazer pratos que há muito queriam degustar.

 

O Multi Chef, no canal do Youtube da Multi TV, está aí para isso: além de entreter e trazer entrevistas com gente legal, te ensinar a preparar receitas deliciosas em família. Afinal, a gente está descobrindo cada vez mais que é muito bom reunir aos amigos em casa, em torno do fogão ou da mesa. Cozinhar, tomar um vinho, dar risadas! E nem precisa ser chef profissional, como o Matheus Santos, garoto com o qual gravamos dias atrás e cuja entrevista e receita ainda vão ao ar. Ele tem alegria de cozinhar para os amigos. Quando chegamos lá, tinha feito alfajor para os companheiros de apartamento.




'Pizzas' de berinjela ou abobrinha: iguarias que servem como entrada
'Pizzas' de berinjela ou abobrinha: iguarias que servem como entrada | Divulgação
 

 

Basta ser um amante da culinária e querer ir além do feijão com arroz. Num desses dias de quarentena, mamãe fez em casa uma “pizza” de berinjela e outra de abobrinha, ambas com tomate e queijo por cima. Fica parecendo uma brusqueta. Uma iguaria deliciosa e que vai bem para servir como entrada ou com algum outro acompanhamento, sempre harmonizado com um bom vinho tinto!

 

Entretanto, essa quarentena forçada também está nos mostrando como faz falta ir a um bom restaurante. Londrina está cheio deles. Que saudade de poder degustar o risoto daquele específico, ou de ir a um rodízio japonês. Ou ainda de tomar um vinho sentado ouvindo uma boa música. De comer aquela feijoada à vontade. Tudo bem que os estabelecimentos se organizaram para fazer delivery. Não é a mesma coisa. Quando tudo isso passar, vou ter de fazer uma lista para poder voltar a frequentar os lugares que não pudemos, por conta da pandemia.

 

Esse tempo difícil vai passar. O que não podem ir embora são os bons ensinamentos e hábitos que aprendemos durante esse período. Além de todas as recomendações de higiene, que deveriam ser costume há muito tempo, e de todo o respeito ao próximo, vamos manter esses bons hábitos de reunir os amigos em casa para uma boa janta, mas, também, de circular pelos bares e restaurantes da cidade de vez em quando. Torcendo para que voltemos logo à normalidade!



 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias