|
  • Bitcoin 121.615
  • Dólar 5,0547
  • Euro 5,2170
Londrina

Luiz Geraldo Mazza

m de leitura Atualizado em 07/07/2022, 03:36

Efeitos das medidas

Alguns dão oito meses para a kamikaze. E como as pesquisas anotam mudanças?

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 07 de julho de 2022

Luiz Geraldo Mazza
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Discute-se o efeito das medidas e sua temporariedade. Alguns dão oito meses para a kamikaze. E como as pesquisas anotam mudanças? A Genial Quaest mostrou que no Nordeste caiu a diferença entre Lula e Bolsonaro. E no apanhado geral deu 45 para Lula, 31 para Bolsonaro e 6 para Ciro Gomes.

Descompensação 

Com a intensidade da campanha antirracista, inclusive com as obras publicadas sobre a escravidão, surpreende o fato de agora na Bienal do Livro em São Paulo, decorrente da homenagem a Portugal, o fato marcante é o destaque do colonizador. A curadoria, em nome da diversidade , incluiu três escritores negros não portugueses, nascidos em ex-colônias, a moçambicana Paulina Chiziane, o angolano Kalaf Epalanga e o timorense Luis Cardoso.

Front 

Entre segunda e terça 393 mortes e 74.528 infecções em 24 horas, no Paraná 6 mortes, 5.514 casos e em Curitiba 3 mortes e 1.071 casos. São Paulo está pedindo a antecipação da quarta dose contra a Covid para público acima de 35 anos. O Ministério da Saúde investiga se hepatite misteriosa causou 10 mortes no Rio Grande do Norte, Maranhão, Minas, São Paulo e Rio de Janeiro. 

Aluguel 

Segundo a Fundação Getúlio Vargas, o aluguel caiu 0,31% em julho após alta de 0,59% em maio. Mal dá para sentir o ganho. 

Interdição 

O Conselho Regional de Medicina interditou, por motivos técnicos, a secção de enfermagem do Complexo Médico de Pinhais. 

Cassação 

Por decisão da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, o vereador Renato Freitas, aquele acusado de invadir a igreja do Rosário em Curitiba, recuperou o seu mandato da cassação imposta pela Câmara Municipal. Já a chapa completa do PSL na Assembleia Estadual, por fraude na inscrição de cota de gênero, foi cassada pelo Tribunal Regional Eleitoral. São quatro, que culpam o partido pela falha e vão recorrer: Coronel Lee, Delegado Fernando, Ricardo Arruda e Fernando Guerra.

 STF de novo? 

A oposição, inconformada com o adiamento da CPI do MEC para depois das eleições, fala em recorrer ao STF, posto que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco afirme não haver margem para essa intervenção. 

LEIA TAMBÉM:

Governo leva todas
Front em alta

Saia justa 

Uma constrangedora situação de saia justa na posse da nova presidente da Caixa Econômica, Daniella Marques, tanto para o presidente e outros participantes para evitarem falar nos motivos da saída de Pedro Guimarães. O presidente da Câmara Federal, Arthur Lira, no entanto, fez observação em seu discurso a "distorções impossíveis de qualquer brasileiro admitir em pleno século 21" e se "elas aconteceram se resolva da maneira mais rápida e mais severa possível". Chato, mas didático para a dimensão do escândalo. 

Derrota 

Uma derrota importante de Bolsonaro nos vetos que aplicou às iniciativas de apoio à atividade cultural no país. Isso se deu após três investidas de integrantes da área no Congresso Nacional. Simbolicamente um fato importante a morte do diplomata Rouanet, que dava o nome a uma das leis que historicamente ampararam a cultura e proporcionavam cobertura a projetos da área.    

Recessão 

O fantasma da recessão levou a moeda americana a avançar 1,16%, atingindo a maior cotação desde 28 de janeiro, e está simétrica praticamente ao euro. O petróleo caiu 9% e o dólar chegou a R$ 5,38. Ações da Petrobras desabaram.      

Fome 

Há mais de 60 milhões de brasileiros em insegurança alimentar e as medidas anunciadas estão longe de reduzir o problema. O botijão de gás engole o salário mínimo e compromete a complementação da cesta básica. Resumindo o cenário: o brasileiro paga R$ 31 o prato feito e R$ 65 o à la carte, segundo pesquisa.

Folclore 

A esquerda se mostrou pela censura em evento na Unicamp ao impedir o vereador Fernando Holiday e outros candidatos do Partido Novo de falar sobre cotas. E depois ainda se impressionam com o avanço da direita bolsonariana, que por sinal ainda não se dedicou a mais esse consenso brasileiro para apedrejá-lo como faz com o aborto, ambientalismo e as terras de índios.   

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1