Londrina muda artigo sobre multas aplicadas pelo Código Ambiental


Guilherme Marconi - Grupo Folha
Guilherme Marconi - Grupo Folha

A Câmara de Londrina aprovou projeto de lei que criou um novo artigo do Código Ambiental do município na sessão dessa quinta-feira (6). Trata-se da criação da possibilidade de advertência em caso de infrações ambientais mais leves, com multas de até R$ 1 mil. A intenção da proposta do Executivo é criar uma nova tipificação de sanção para casos de menor lesividade ao meio ambiente. Nestes casos, a multa poderá ser convertida em serviços de preservação, melhoria e recuperação da qualidade do meio ambiente. Na justificativa, o prefeito Marcelo Belinati (PP) afirmou que as alterações são necessárias para compatibilizar o Código Ambiental Municipal com as leis federais. 


Câmara de Rolândia em quarentena

Com dois casos confirmados entre funcionários com Covid-19, a Câmara Municipal de Rolândia (Região Metropolitana de Londrina) suspendeu as atividades presenciais desde o dia 31 de julho. Segundo o presidente da Casa, vereador Alex Santana, foi feito um  trabalho de desinfecção, e o expediente voltou a ser remoto nesta semana. "Temos vereadores e servidores de grupo de risco que ficaram assustados, mas os servidores que testaram positivo estão bem, fazendo a quarentena em casa, e estão sendo acompanhados pela equipe da saúde da prefeitura. Os demais servidores que tiveram contato também estão em quarentena e foram testados. Eu fiz exame também e deu negativo."  Na próxima segunda-feira (10) o Legislativo retoma as atividades presenciais.  






Universidades parceiras do TRE

Ao contrário do que publicou a FOLHA na edição de quarta-feira (5), a Justiça Eleitoral de Londrina informou que fechou parceria com sete universidades com sede na cidade para cadastro de estudantes para trabalhar como mesários nas eleições municipais deste ano. São elas: Pitágoras, Unicesumar, PUC-PR, UEL, Faculdade Londrina, Positivo e Sul-América. Em Londrina, o número de convocados para as eleições é de cerca de cinco mil pessoas. Os voluntários representam 70% do total e o restante é composto por convocados, de acordo com critérios legais. O perfil universitário passou a ser o foco do Tribunal Regional Eleitoral para garantir a realização do pleito. 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo