|
  • Bitcoin 142.573
  • Dólar 4,8152
  • Euro 5,1480
Londrina

MULTI CHEF

m de leitura Atualizado em 29/12/2021, 11:56

Ceia supersticiosa

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 31 de dezembro de 2021

Fábio Luporini
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A multidão que desce das cidades para a praia nos finais de ano para torrar o corpo ao sol e estourar um espumante na areia na virada de 2021 para 2022 certamente vai pular sete ondinhas com roupas brancas para fazer seus pedidos para o ano que chega. E, além disso, com certeza, durante a ceia, o cardápio estará recheado de outras superstições necessárias para o início de qualquer ciclo. Então, não tem jeito, o último Multi Chef de 2021 tem de fazer referência a esses menu. Afinal, quais são os mais importantes e os que não podem faltar?

Romã: a fruta que dá sorte no Ano Novo Romã: a fruta que dá sorte no Ano Novo
Romã: a fruta que dá sorte no Ano Novo |  Foto: Pixabay
  

Dizem que está proibido o consumo de aves na noite do dia 31 de dezembro. Isso porque elas ciscam para trás e não se pode adentrar o ano novo dessa maneira. É preciso sempre olhar para frente. Por isso, talvez, o mais indicado seja consumir carnes de porco. Quem sabe é essa superstição que transformou a leitoa em cardápio tradicional no Natal e no Ano-Novo daqui de casa? Ademais, em diferentes culturas, o porco significa progresso, abundância, prosperidade. Mas, também pode-se consumir peixes que, assim como os suínos, nadam sempre para frente.

Entre as frutas, as mais supersticiosas são a romã e a uva. Para os que acreditam, guardas as sementes delas atrai dinheiro ou sorte. Tem gente que guarda na carteira sete sementinhas, uma para cada dia da semana, ou, então, 12, representando cada mês de um ano. A superstição tem de ser realizada assim que o relógio badalar a meia noite. Aparte qualquer crença, as frutas são gostosas mesmo e vale a pena consumi-las de qualquer maneira.

Por outro lado, tem quem prefira consumir os grãos, como a lentilha, que também significa boa sorte. Dizem que deve ser o primeiro alimento a ser consumido na ceia no Ano-Novo, logo depois da meia noite. Ou, ainda, tem quem prefira consumir nozes e avelãs para obter fartura. Se você reparar, a mesa de réveillon também está repleta de frutas secas, como uva-passa, ameixas, pêssegos, entre outras. Tudo para garantir que o novo ciclo seja repleto de coisas boas.

Algo que é visto hoje com menos frequência, mas, que era quase que obrigatório, era guardar uma folha de louro na carteira. Assim como uma nota de R$ 1 (hoje, raríssima) ou de US$ 1. O objetivo é atrair prosperidade financeira. Acho que vou pegar uma folhinha solitária da muda de louro que resiste aqui na minha horta para me acompanhar ao longo de 2022. E se eu sumir daqui é porque a superstição deu certo! Feliz Ano-Novo. Que estejamos juntos – e ricos, prósperos e sortudos – em 2022!