Como lidar com um feedback corretivo



 Um grande número de pessoas se apavora antes de encontros de feedback com o gestor temendo escutar coisas desagradáveis nessas horas. Mas, não participar de reuniões do tipo há algum tempo também costuma levá-las ao entendimento equivocado de que tudo está bem, quando geralmente não está.

 

Existem algumas tarefas que você certamente cumpre com excelência e elas revelam aonde estão seus pontos fortes. Contudo, não se engane: o desenvolvimento da carreira de qualquer um de nós depende também da capacidade de ajustarmos os comportamentos inadequados. E feedbacks duros vindos de outras pessoas são a melhor forma de descobrirmos aquilo que realmente precisa ser feito de forma diferente no curto prazo.




O problema é que o seu ego não gosta de ser arranhado. Por isso, na hora em que você receber feedbacks corretivos, siga algumas boas práticas. São elas:


 1) Não leve para o lado pessoal nem se mantenha na defensiva. Nessas horas, muita gente prefere a negação, desmerece a pessoa que deu o feedback ou contra-ataca. Em vez disso, escute com atenção aquilo que está sendo dito, peça exemplos e faça perguntas para esclarecer suas dúvidas. Você não está numa sessão de julgamento.


 2) Evite se martirizar. Após receber o feedback duro, lembre-se que frases do tipo “Eu não aprendo nunca..." ou “Essas coisas só acontecem comigo" são totalmente desnecessárias. Também não comece a achar que tudo o que faz está errado. Lembre-se de que a pessoa lhe relatou as impressões dela sobre um comportamento específico que precisa ser ajustado por você.


3) Reflita sobre o seu comportamento. Mesmo que discorde do feedback na hora, é bem provável que, de cabeça fria, você comece a perceber que muito do que foi dito tem fundamento. Geralmente precisamos de um tempo para processar informações que nos causam desconforto. Por isso, quando receber algum feedback corretivo, permita-se uma semana para assimilar de verdade aquilo que ouviu.


 4) Peça a opinião de terceiros. É bom saber se mais alguém enxerga o mesmo tipo de postura que foi relatada por quem lhe deu o feedback. Assim você consegue "fechar o diagnóstico". Mas tome um cuidado: não procure pessoas que habitualmente concordam com tudo o que você diz ou que tenham problemas de relacionamento com quem o corrigiu.


 5) Mude logo o que for necessário. Se durante o feedback você já compreendeu o que precisa fazer de concreto para mudar, então "mãos à obra”. Grandes conversões de rota acontecem quando as pessoas estão bastante motivadas e se sentem fortes o suficiente para ressignificar seus antigos hábitos.


 Da próxima vez que receber um feedback duro de alguém, agradeça essa pessoa. Avaliações honestas são centrais nesses dias caóticos que vivemos, nos quais é praticamente impossível não cometer erros. Como bem ensina o grande Kenneth Blanchard, feedback é o "alimento dos campeões".


"Não se engane: o desenvolvimento da carreira de qualquer um de nós depende também da capacidade de ajustarmos os comportamentos inadequados"





* Wellington Moreira, palestrante e consultor empresarial


[email protected]



Continue lendo


Últimas notícias