Como conquistar um novo emprego a partir de agora


Se você perdeu o emprego nos últimos dias, ou estava buscando algo novo quando o coronavírus chegou ao país, não desista. Mesmo sendo mais difícil a partir de agora, você ainda tem boas chances de encontrar uma vaga.

 

Os segmentos de turismo, hotelaria, eventos e serviços de alimentação realmente foram muito atingidos com a quarentena forçada e não parecem ter perspectivas de retomada no curto prazo. Contudo, a área da saúde nunca precisou tanto de novos colaboradores, assim como redes de supermercados, empresas de tecnologia educacional, serviços de limpeza, quem trabalha com delivery e a indústria farmacêutica.



 

Para se ter uma ideia, nos últimos dois meses, a Amazon contratou nada menos do que 175 mil novos funcionários pelo mundo para dar conta do aumento expressivo da demanda em suas diferentes operações. E no Brasil, embora o número total de contratações das empresas tenha despencado, várias delas continuam recrutando novos talentos pelo país.

 

Para ser um deles:

 

1) Mantenha a lucidez. Mesmo sendo bastante difícil permanecer calmo em meio às notícias desanimadoras que chegam diariamente, não deixe que a ansiedade tome conta de você. Em tempos tão caóticos, o autocontrole passou a ser decisivo.

 

2) Acesse a sua rede de contatos. Não é hora de ficar escondendo das pessoas que você está em busca de oportunidades. Fale com amigos, professores e ex-colegas de trabalho que têm condições de indicá-lo a terceiros. Enfim, torne-se visível para quem poderá contratá-lo.

 

3) Cadastre o currículo em agências de emprego e redes sociais profissionais. Ainda que as vagas sejam menos numerosas no momento, elas existem. Por isso, crie o hábito de pesquisá-las todas as manhãs, por exemplo. E tome cuidado na hora de descrever seu perfil: existem palavras-chave que os recrutadores consideram para cada cargo.

 

4) Entre em contato com as empresas que estão em franco crescimento justamente agora. Como comentei no início do texto, alguns segmentos de mercado sofreram aumento da demanda por seus produtos e serviços em decorrência da pandemia do novo coronavírus e será muito mais fácil ser contratado por uma delas. Aliás, essas organizações também estão te procurando.

 

5) Considere modelos flexíveis de contratação. Talvez você não consiga um emprego que lhe traga o nível de segurança que gostaria, mas contratos temporários ou projetos como freelancer podem te ajudar a retornar ao mercado. Em momentos de crise, é preciso ser bastante flexível, inclusive no tocante à remuneração.

 

6) Prepare-se para participar de processos seletivos on-line. Enquanto o distanciamento social durar, entrevistas virtuais serão a regra. Mas é bom saber que elas exigem cuidados extras, como boa conexão à internet, um lugar sem muitos ruídos e a capacidade de impressionar positivamente alguém que só está vendo seu rosto.

 

E é claro, se você não receber nenhum retorno rapidamente, tenha paciência com os possíveis empregadores. Os processos de seleção têm sido mais lentos do que o normal porque as pessoas responsáveis por eles também estão em quarentena.


* Wellington Moreira, palestrante e consultor empresarial



[email protected]

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias