|
  • Bitcoin 241.197
  • Dólar 5,5349
  • Euro 6,3186
Londrina

ABRAHAM SHAPIRO 5m de leitura Atualizado em 15/10/2021, 15:41

Tarefas, acompanhamento gerencial e resultados

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Abraham Shapiro
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Gerentes delegam tarefas e depois...E depois?

Muitos não sabem responder se foram realizadas, se produziram o resultado esperado etc.

O que desejo abordar é: dar acompanhamento –  ou como se diz em inglês: ‘follow up’.

O que leva um gerente a não acompanhar tarefas delegadas? Três causas são as principais:

A primeira é o alto envolvimento com tarefas que superam suas incumbências só com o propósito de satisfazer a alta administração. Assumir outras responsabilidades é sinônimo de versatilidade, desde que não comprometa a entrega daquelas que são próprias para o resultado de sua área.

A segunda causa é a desorganização pessoal.

A terceira, e não menos importante, é o fato do gerente não conceder liberdade a seus funcionários para apresentarem dúvidas e ideias. Estamos aqui diante de um importante atributo para a solidez da equipe.

Uma boa técnica para o acompanhamento eficiente é anotar todas as tarefas que forem delegadas e sua respectiva data de entrega. É o que evita muita confusão.

Manter a rotina de perguntar como está o trabalho de cada um aumenta o nível de comunicação com a equipe, desde que o interesse seja dar apoio. Não se concentre em críticas negativas. Reforce o que é positivo e jamais se proponha a resolver problemas que competem a eles.

Crie todas as condições favoráveis para a execução de tarefas de cada colaborador da sua equipe e acompanhe de perto aqueles que ainda não estão seguros no desempenho que é esperado. Isto é e será sempre melhor – e mais inteligente – do que apenas passar uma incumbência e deixá-lo fazer como ele pensa ser correto.

...

O artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Folha de Londrina.

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM