ABRAHAM SHAPIRO -

Racional x irracional


Aquele que está envolvido com clientes, necessita alcançar estágios muito elevados de autocontrole, pois não é fácil suportar as pressões psicológicas envolvidas desde a mínima situação de atendimento até a mais complexa negociação.

E aqui vai um postulado a esse respeito: ser racional não é para pessoas comuns. O caminho mais fácil a se seguir no comportamento é o da irracionalidade, até porque ninguém nasce racional e é preciso esforço, aprendizagem e disciplina para consegui-lo.


Irracionalidade é o que explica o imenso volume de derrotas na vida daqueles que optam por este caminho.

Passemos agora a delinear quem é um e quem é outro:

Pessoas racionais demonstram, com o tempo, que são capazes de concluir um projeto, de ter e realizar seus objetivos, de trabalhar eficientemente com uma equipe e de criar algo durável. Elas não deixam seus sentimentos tomarem conta e, por isso, conseguem criar e manter relacionamentos sadios. Elas pensam com a cabeça e assim agem.


Os irracionais têm suas emoções sempre à flor da pele e se acham cobertos de razão em tudo o que fazem. Você verá padrões negativos em suas vidas - erros que se repetem, conflitos desnecessários por onde passam, sonhos e projetos que nunca são realizados. Eles começam tudo com todo entusiasmo e energia, mas não concluem, e estão sempre atropelados por atividades que não organizam e não conseguem dominar.


E então? Qual é o seu tipo predominante?

Se você está satisfeito, ótimo. Se não, busque as mudanças de que precisa para se encaixar no mundo ao qual você se propõe viver e trabalhar. Depois, ponha-as em prática a fim de realizar o seu potencial ao máximo.  Mas se você pensa em deixar para amanhã ou para a semana que vem, cuidado. Eis aí o sintoma mais forte de um perfil irracional. 


Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo