ABRAHAM SHAPIRO -

Não leve para o pessoal


Eu publico muitas das minhas ideias nas mídias sociais. Pessoas próximas que me leem escrevem perguntando se aquilo diz respeito a elas. É óbvio que não.

Como você é em relação a isso? Você leva o que acontece para o lado pessoal? Você se sente afetado direta ou indiretamente pelas atitudes ou pelas palavras dos outros?

Se sim, pare com isso agora mesmo.


Aconteça o que acontecer à sua volta, não tome como pessoal. Isso é um veneno para a saúde do corpo e da mente.

Para começar, não seja egoísta a ponto de achar que tudo gira em torno de você. Calma. Você não é tanto assim.

Neste momento – e a vida toda –  as pessoas estão pensando em si mesmas. Elas não pensam em você.  Elas querem viver suas próprias vidas e encontrar o que imaginam ser felicidade.


Nós, cada um de nós, queremos viver os nossos sonhos –  os sonhos que criamos na mente. Os outros estão num mundo diferente, em outra página, entende?

Quando você toma como pessoal o que alguém diz, está supondo que ele ou ela sabe o que é o seu mundo e o que existe nele.  Não. Eles não sabem. Não sabem nada. Se disserem que sim, é mentira... das mais grossas.


As pessoas falam aquilo em que acreditam e do que têm convicção. Não significa nem que sabem quem é você e nem que seja verdade o que eventualmente julgam saber sobre você.

Use tudo isso para diminuir a sua afetação. Reduza a zero este veneno. Largue mão da pessoalidade e não se deixe abater.

Seja indiferente a fofocas, a malícias e não faça aos outros o que você não quer que lhe façam.


...

Os artigos publicados não refletem necessariamente a opinião da Folha de Londrina que os reproduz no exercício de sua atividade jornalística e diante da liberdade de expressão que lhes são inerentes.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo