ABRAHAM SHAPIRO -

Famigerados problemas recorrentes das empresas


Eu sei que você e a sua empresa têm problemas demais para resolver todos os dias.  E além deles, centenas de decisões a tomar. Mas assim como na vida, uma organização precisa de um momento de reflexão para avaliar desempenho, custos, qualidade, atendimento etc


Vou sugerir duas perguntas que, quando respondidas com a mente aberta ao máximo –  sem medo ou preguiça de admitir falhas – têm o poder de iluminar o presente e o futuro com uma luz reveladora. Aqui vão elas:


“Por que fazemos o que fazemos? ”


 “Por que fazemos do jeito como fazemos?”


Difícil responder francamente ambas.


Quando você faz estas questões a qualquer funcionário, noventa e nove por cento das vezes o que você irá ouvir de volta é: “Porque sempre foi feito assim!”




Sabe por quê? É o medo. É a falta de autoconfiança para mudar hábitos enraizados! E isto é visível em todas as áreas da empresa. É o que explica os erros e defeitos recorrentes durante anos sem que ninguém faça nada.“


Porque sempre foi feito assim”.


E para agravar, pesquisas mostram que um dos personagens que menos contribuem para melhorar desempenho são os ‘caras’ que estão lá no topo do organograma. Geralmente os diretores e o presidente não se submetem a processos.


Processos são a solução ideal para se promover correções. Processos são propostos para garantir resultados. E é por isso que não podem ser estáticos, mas dinâmicos. Precisam ser constantemente revistos e atualizados a fim de otimizar tudo e todos.


Você se lembra das perguntas? “Por que fazemos o que fazemos?” ; “Por que fazemos do modo como fazemos?”


Viva a experiência de penetrar nesta reflexão. Ela acabará sendo uma epifania, e desatar nós que impedem o verdadeiro desenvolvimento dos seus negócios.


* A opinião do colunista não reflete, necessariamente, a opinião da Folha de Londrina.


Receba nossas notícias direto no seu celular. Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo