|
  • Bitcoin 121.615
  • Dólar 5,0547
  • Euro 5,2170
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 09/03/2022, 15:16

Shoppings de Londrina se unem para arrecadar absorventes íntimos

Pontos de coleta foram instalados no Catuaí, Aurora, Boulevard e Londrina Norte e doações podem ser feitas até o fim do mês de março

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 08 de março de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Em março, mês marcado pela celebração do Dia da Mulher, o Catuaí Londrina se junta aos shoppings Boulevard, Aurora e Londrina Norte para uma campanha de arrecadação de absorventes íntimos. Pontos de coleta foram instalados nos quatro shoppings e as doações podem ser feitas até o fim do mês.

Imagem ilustrativa da imagem Shoppings de Londrina se unem para arrecadar absorventes íntimos Imagem ilustrativa da imagem Shoppings de Londrina se unem para arrecadar absorventes íntimos
|  Foto: Divulgação
 

Os itens de higiene serão repassados a instituições que cuidam de mulheres em situação de vulnerabilidade social. Segundo um estudo da Unicef, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, no Brasil cerca de 4 milhões de jovens mulheres não têm acesso a itens mínimos de cuidados menstruais nas escolas. O impacto daquilo que se chama de pobreza menstrual se reflete diretamente na evasão escolar.  

“A pobreza menstrual é uma dura realidade e pouco se fala sobre ela. Se pensarmos que uma menina pode não ir à escola quando está menstruada porque não tem condições de comprar seu absorvente, os impactos a longo prazo são profundos. Essa é mais uma das barreiras sociais que as mulheres enfrentam; e penso que juntos podemos combatê-las, explica a superintendente do Catuaí Shopping, Fernanda Pires.

LEIA TAMBÉM:

+ Pobreza menstrual: coletivos buscam minimizar as dificuldades com ações em Londrina

+ Câmara aprova projeto de combate à pobreza menstrual

Para a superintendente do Shopping Boulevard, Tânia Hara, a campanha ajuda a sociedade a olhar mais atentamente para um tema tão importante, porém pouco discutido. “Quando comemoramos o Dia da Mulher precisamos olhar principalmente para as nossas vulnerabilidades para que possamos nos ajudar mutuamente. A pobreza menstrual é uma realidade que está evidente e que tem impacto na autoestima, na segurança da mulher, na educação, no trabalho, na vida social. Estamos engajados nessa campanha para contribuir e para ampliar o olhar da sociedade nesta causa que é real e urgente”, afirmou.  (Com informações do Shopping Catuaí)

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1