|
  • Bitcoin 104.165
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 26/05/2022, 17:28

Programa em Apucarana entrega 10 mil kits de higiene íntima

'De Bem Comigo' foi criado há cinco meses e beneficia mulheres de escolas estaduais, em situação de vulnerabilidade social, entre outras

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 26 de maio de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Em cinco meses de funcionamento, o Programa de Bem Comigo já distribuiu cerca de 10 mil kits com produtos para a higiene íntima. Mulheres e adolescentes em idade menstrual recebem gratuitamente dois pacotes de absorventes (com e sem abas), um sabonete em barra, um sabonete líquido e um desodorante antitranspirante por mês.

Imagem ilustrativa da imagem Programa em Apucarana entrega  10 mil kits de higiene íntima Imagem ilustrativa da imagem Programa em Apucarana entrega  10 mil kits de higiene íntima
|  Foto: Edson Denobi - PMA
 

O programa é desenvolvido pela Secretaria Municipal da Assistência Social e conta com o apoio da Câmara de Vereadores, através da Procuradoria da Mulher. “O programa conta com um investimento inicial de cerca de R$ 500 mil do caixa próprio do Município e foi uma indicação da vereadora e presidente da Procuradoria da Mulher, Jossuela Pirelli”, explica o prefeito Junior da Femac.

Segundo o prefeito, os kits são entregues nas escolas estaduais, no CAM   (Centro de Atendimento à Mulher), Escola da Gestante e para mulheres em situação de vulnerabilidade social atendidas pelos Cras (Centros de Referência da Assistência Social) ou em situação de rua e detentas do sistema prisional.

Junior da Femac acrescenta que a entrega é mensal e atualmente atende cerca de 3 mil mulheres. Ana Paula Nazarko, secretária municipal de Assistência Social, explica como funciona a logística de entrega. “Nós recebemos os kits aqui na secretaria e depois fazemos a divisão conforme a demanda e enviamos para os locais que fazem a distribuição. Tem escola que pede 50 kits, tem outra que pede 250. Isso é muito variável e depende da demanda de cada escola ou serviço”, pontua.

A secretária lembra que uma pesquisa, realizada no Brasil em 2018 por uma das principais marcas de absorventes, mostrou que 22% das meninas de 12 a 14 anos não têm acesso a produtos menstruais. Entre adolescentes de 15 a 17 anos, o número sobe para 26%. “O Programa De Bem Comigo contribui para elevar a autoestima, o sentimento de pertencimento da sociedade e a valorização da mulher. Hoje as meninas estão iniciando o ciclo menstrual cada vez mais cedo e infelizmente muitas não sabem como proceder neste momento”, contextualiza Nazarko. (Com informações da Prefeitura de Apucarana)

LEIA TAMBÉM:
Pobreza menstrual: coletivos buscam minimizar as dificuldades com ações em Londrina

****

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1