|
  • Bitcoin 103.220
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 01/03/2022, 11:56

Proerd em Londrina terá participação de dois mil alunos

Programa educacional de resistência às drogas será realizada em oito escolas municipais, de forma presencial

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 01 de março de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A secretaria municipal de Educação de Londrina, em parceria com Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária da PM (Polícia Militar), retomou o Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência) em oito escolas municipais, de forma presencial.

Imagem ilustrativa da imagem Proerd em Londrina terá participação de dois mil alunos Imagem ilustrativa da imagem Proerd em Londrina terá participação de dois mil alunos
|  Foto: Emerson Dias - N.Com
 

A aula inaugural aconteceu na sexta-feira (25), na Escola Municipal Leonor Maestri de Held, no jardim Santa Rita (zona oeste). Nesta primeira fase, serão atendidas 30 turmas de 5º ano do Ensino Fundamental, totalizando 820 alunos. Participarão as escolas municipais: Atanázio Leonel; América Sabino; Salin Aborihan; Nair Auzi Cordeiro; Zumbi dos Palmares; Noemia Alaver Garcia Malanga; David Dequech; e Leonor Maestri de Held.

Estão previstas 10 aulas, com ênfase em temas que tratam sobre o uso de drogas, incluindo os riscos e consequências, a importância da comunicação, bullying, entre outros. As aulas serão ministradas por policiais militares voluntários, capacitados pedagogicamente. Para a realização das aulas, a Prefeitura de Londrina distribui um material pedagógico para cada aluno, que são livros que contém informações sobre os temas do Proerd, e camisetas na formatura. Ao todo, foram impressas 5 mil cópias do livro.

LEIA TAMBÉM:

Aulas presenciais voltam a ser obrigatórias em Londrina

Após a finalização do curso, haverá uma formatura, prevista para acontecer no final de maio, reunindo todos os alunos participantes, comunidade, escolas e a Polícia Militar do Paraná. Na sequência, inicia-se a segunda e terceira fase do programa, com previsão de contemplar 2 mil alunos em 2022.

O lema do Proerd é “Manter Nossas Crianças Longe das Drogas”. O objetivo da iniciativa é capacitar os alunos a fim de que eles tenham habilidades para a tomada de boas decisões, ajudando-os a conduzir suas vidas de maneira segura e saudável. O programa visa construir um mundo no qual os jovens estejam capacitados para respeitar os outros e ter uma vida livre do uso de drogas, da violência e de outros comportamentos perigosos.

A secretária de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes, destacou a importância da iniciativa e lembrou que, por causa da pandemia da Covid-19, a última edição do Proerd foi realizada em 2019. “O Proerd atende uma necessidade muito grande das crianças que estão vivendo este momento de extrema ansiedade, retornando as aulas presenciais após muito tempo em casa. É muito importante que elas recebam esse tipo de orientação”, apontou. O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, também esteve na aula inaugural.

CERTO E ERRADO

A subcomandante da 4ª Companhia do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária, a tenente Yullie Garib Prandel, que também esteve presente na escola, acompanhada pelo tenente Renan Rodrigues do Prado, explicou que o objetivo do Proerd é capacitar as crianças para que elas possam tomar decisões de maneira técnica. “O policial não determina, para os alunos, o que é certo ou errado. Ele ensina o aluno a tomar suas próprias decisões, analisando cada situação de maneira técnica. Apesar do Programa ser sobre drogas e violência, ele acaba abrangendo outras áreas, pois a partir do momento em que a criança aprende a tomar decisões de maneira técnica, ela pode aplicar isso em todas as áreas de sua vida”, expôs.

O diretor da Escola Municipal Leonor Maestri de Held, Valteir Bazzoni Júnior, disse que o Proerd reforça valores muito importante para a vida dos alunos. “As crianças precisam receber estes valores ao longo de toda a vida. Nós percebemos a admiração dos alunos pelos policiais que ministram as aulas e, com certeza, isso fará a diferença na vida pessoal destas crianças”, enfatizou. 

O Proerd é a adaptação brasileira do programa norte-americano Drug Abuse Resistence Education – D.A.R.E., surgido em 1983. No Brasil, o programa foi implantado em 1992, pela Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, e hoje é adotado em todo o Brasil. (Com informações do N.Com)

 Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1