|
  • Bitcoin 151.337
  • Dólar 5,0617
  • Euro 5,2630
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 11/05/2022, 18:16

Prefeitura pretende reformar 16 pontes de madeira da zona rural

Estruturas serão substituídas por concreto; licitações para contratar empresas serão divididas em quatro lotes

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 12 de maio de 2022

Pedro Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Gustavo Carneiro - Grupo Folha
menu flutuante

A secretaria municipal de Agricultura e Abastecimento pretende reformar 16 pontes de madeira espalhadas pela zona rural de Londrina. A ideia é que os serviços comecem ainda este ano e se estendam para todas as estruturas listadas até o final da atual administração. As madeiras deverão dar lugar ao concreto. “São pontes com mais de 30 anos de uso e diversos tamanhos, de quatro, seis metros de extensão”, afirmou o responsável pela pasta, Regis Choucino. 

As estruturas serão licitadas em quatro lotes com quatro pontes cada. “Assim poderemos ter quatro empresas diferentes. Licitaremos o primeiro bloco e na sequência os demais”, destacou. Choucino ainda disse que o levantamento de quais serão as prioridades para receber melhorias está sendo feito pelas equipes técnicas. Os projetos arquitetônicos e complementares para a construção das estruturas em concreto estão em fase de elaboração. 

A secretaria deverá buscar recursos junto às esferas estadual e federal para bancar as intervenções. “Apresentamos a ideia para a secretaria de Planejamento e estamos nos reunindo com a secretaria de Obras, que está ajudando, inclusive, vendo se todas as pontes terão padrão, sentido único”, pontuou o secretário, que se comprometeu a divulgar a lista das pontes que serão reformadas, mas não deu resposta até a noite de quarta-feira (11).   

LEIA TAMBÉM: Prefeitura de Londrina quer empréstimo de R$ 100 milhões para obras

TRÊS MARIAS 

Nesta semana, as prefeituras de Londrina e de Ibiporã iniciaram a reforma da ponte Três Marias, localizada na Estrada do Limoeiro, na zona leste, e que é da década de 1980. Enquanto a vizinha cidade doou as madeiras que serão substituídas, Londrina ofertou a mão de obra, maquinário e moledo. A estrutura tem seis metros de extensão e cerca de quatro de largura. Será trocado o madeiramento de cima, já que, de acordo com o município, as vigas estão em boas condições. 

A expectativa é de que os serviços sejam executados até o fim desta semana. “Esta ponte é muito utilizada por moradores, por agricultores, para escoar safra, e estava intrafegável. Durante a obra as pessoas terão que dar a volta”, indicou o secretário municipal de Agricultura. A rota alternativa é a Estrada dos Pioneiros. 

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.