Prefeitura e MP dizem que não vão tolerar aglomerações em Cornélio Procópio


Rafael Machado - Grupo Folha
Rafael Machado - Grupo Folha

Prefeitura e MP dizem que não vão tolerar aglomerações em Cornélio Procópio
 





As cenas de aglomeração do último final de semana na praça do Monumento Cristo Rei, principal cartão postal de Cornélio Procópio, que circularam pelas redes sociais reacenderam o alerta na prefeitura e no Ministério Público. A cidade seguia bem no controle dos casos da Covid-19, mas as autoridades temem que a doença volte a fazer vítimas. 


Nesta terça-feira (15), os órgãos municipais, como Defesa Civil e Vigilância Sanitária, e estaduais se reuniram para debater estratégias de endurecimento da fiscalização no município do Norte Pioneiro. Segundo o promotor Erinton Dalmaso, a força-tarefa vai verificar diariamente o cumprimento das regras de prevenção pelos estabelecimentos comerciais e se a população está obedecendo as medidas sanitárias. "As operações serão intensificadas principalmente aos finais de semana. A fase de orientação já acabou, agora é tolerância zero", argumentou. 


Dalmaso explicou que o único local que mais registrou aglomerações foi o Cristo. "Em outros locais, vimos uma ou outra pessoa caminhando, mas nada de relevante. A fiscalização não será só lá, mas em toda a cidade. Quem desobedecer as normas pode ter o seu comércio lacrado e ser multado em até três mil reais", informou. 


O ponto turístico mais conhecido de Cornélio virou motivo de preocupação depois de uma briga judicial. No começo de setembro, o proprietário de um restaurante conseguiu uma liminar do Tribunal de Justiça para liberação de duas ruas no entorno, a avenida XV de Novembro e a rua João Luiz Vieira. O desembargador que analisou o caso disse que o bloqueio era "desproporcional". 




Segundo o boletim da Sesa (Secretaria Estadual de Saúde) desta terça, o município tem 19 mortes, 434 pessoas infectadas e 321 que se recuperaram do coronavírus. 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo