|
  • Bitcoin 142.278
  • Dólar 4,8349
  • Euro 5,1785
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 14/03/2022, 15:49

Mudança de adutora vai possibilitar construção de trincheira na Gleba

Remanejamento de tubulação na avenida Ayrton Senna vai interditar duas pistas da via por cerca de dois meses

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 14 de março de 2022

Pedro Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Pedro Marconi - Grupo Folha
menu flutuante

A avenida Ayrton Senna, na zona sul de Londrina, deverá ficar com apenas uma pista disponível no sentido avenida Maringá para Madre Leônia Milito por, aproximadamente, dois meses. A interdição é resultado de uma obra para remanejamento de uma adutora que passa pela região da Gleba Palhano, levando água do Ribeirão Cafezal até a estação de tratamento da avenida Juscelino Kubitscheck. 

O bloqueio seria iniciado nesta segunda-feira (14), porém, foi adiado pela possibilidade de chuva. Em razão desse impasse climático, funcionários da terceirizada da Sanepar começaram a executar trabalhos preliminares nesta segunda, interditando apenas a área de estacionamento da avenida no trecho entre as ruas Caracas e Ulrico Zuinglio. 

A CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização) ressaltou que no momento em que forem abertas as valetas irá gerar congestionamentos com o estreitamento das faixas de rolamento. “Recomendamos para os motoristas que ao chegarem na rua Caracas, que entrem na rua Ulrico Zuinglio, depois voltem para a Ayrton Senna e cheguem na Madre Leônia, evitando passar pelo canteiro de obras”, sugeriu o diretor de Trânsito da companhia, Sergio Dalbem. 

LEIA MAIS: Rotatória da Leste-Oeste com Rio Branco será totalmente bloqueada

Outra opção é na rotatória da avenida Maringá com a Ayrton Senna acessar a rua Bento Munhoz da Rocha Neto, em seguida a rua João Wyclif e ir até a avenida Madre Leônia. “Pedimos paciência, porque toda a obra tem que ter cuidado com a sinalização para evitar possíveis acidentes”, alertou. 

TRINCHEIRA 

A troca da tubulação da adutora vai permitir, no futuro, a construção de uma trincheira no cruzamento da Madre Leônia com a Ayrton Senna, com a avenida Ayrton Senna “descendo”, assim como está a avenida Leste-Oeste. O projeto da obra já foi concluído, entretanto, ainda não foi orçado. 

O secretário municipal de Obras e Pavimentação explicou que para o projeto virar realidade o curso de outra tubulação terá que ser modificado. “O custo de execução está em fase de estudos na prefeitura, mas dependemos do desvio dessa outra tubulação para soltar a licitação e fazer obra da trincheira. Porque se orça a obra hoje e fecha o custo e fica aguardando retirar a outra tubulação, esse orçamento defasa”, justificou João Verçosa. 

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.