|
  • Bitcoin 139.861
  • Dólar 4,7700
  • Euro 5,1306
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 28/03/2022, 16:51

Incêndio destrói parte de supermercado na zona leste de Londrina

Polícia e Bombeiros suspeitam que fogo tenha sido criminoso; coquetéis molotov foram encontrados no pátio do estabelecimento

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 28 de março de 2022

Pedro Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Pedro Marconi - Grupo Folha
menu flutuante

Um incêndio de grandes proporções destruiu parte de um supermercado na avenida das Maritacas, no jardim Indusville, na zona leste de Londrina, nesta segunda-feira (28). Os Bombeiros foram acionados às 2h45 da madrugada para combater as chamas. Por volta das 10h a corporação ainda fazia o trabalho de rescaldo. Muita fumaça também saía da estrutura. 

 

Quem mora na região se assustou com o tamanho das labaredas. "Estava dormindo quando ouvi barulho de sirene. Viemos para cá e vimos tudo sendo consumido, muita fumaça e um fogo intenso. Dá dó, porque é um lugar que sempre viemos comprar", lamentou o motorista Diego Marques, morador do jardim Lindóia. Funcionários ficaram na frente do lugar acompanhando o combate às chamas com muita apreensão. 

Vigilante relatou à PM ter visto dois homens usando uma escada para pular no mercado Vigilante relatou à PM ter visto dois homens usando uma escada para pular no mercado
Vigilante relatou à PM ter visto dois homens usando uma escada para pular no mercado |  Foto: Pedro Marconi - Grupo Folha
 

Segundo o Corpo de Bombeiros, a estrutura do mercado foi comprometida. “Destruiu toda a parte de depósito e parte da loja. O mercado também possuía mezanino atrás e na frente e grande parte acabou sendo destruída. Usamos a plataforma, que foi de grande valia, já que tínhamos dificuldade de acesso ao depósito, que só dava para chegar pelo interior da loja. Com a plataforma jogamos água por cima, o que ajudou no resfriamento”, detalhou o capitão Rene Augusto Bortolassi de Oliveira. 

A principal suspeita é de que o fogo tenha sido criminoso. Uma escada foi encontrada próxima à parede do supermercado, numa rua lateral, além de vários coquetéis molotov pelo estacionamento. Uma bolsa também foi apreendida. “Uma testemunha disse ter visto, momentos antes do incêndio, dois homens chegarem no local e com o auxílio de uma escada subirem em cima do supermercado e lançarem coquetéis molotv. Logo em seguida as chamas se alastraram”, relatou o tenente Emerson Castro, porta-voz da 4ª Companhia Independente da Polícia Militar. 

Imagem ilustrativa da imagem Incêndio destrói parte de supermercado na zona leste de Londrina Imagem ilustrativa da imagem Incêndio destrói parte de supermercado na zona leste de Londrina
|  Foto: Pedro Marconi - Grupo Folha
 

“(O coquetel molotov) é um material combustível com potencial grande de queimar. Não conseguimos precisar quantos foram jogados no mercado, mas na lateral tem uma quantidade significativa. O mercado é um local com vários produtos inflamáveis e isso ajuda a propagar o incêndio”, destacou o capitão Rene Oliveira. 

SEM INIMIZADES

Muito abalado, o proprietário do Supermercado 88 disse que não havia recebido nenhum tipo de ameaça nos últimos dias. “Esperava até que uma pessoa com raiva de mim pudesse dar um tiro um dia, mas fazer isso daqui não. Não está prejudicando só eu, mas todos, clientes, funcionários. Trabalhei a vida toda pelo bairro”, emocionou-se Otacílio Ribeiro Vieira. 

Mais de sete horas depois do início do incêndio ainda era possível ver muita fumaça saindo do prédio Mais de sete horas depois do início do incêndio ainda era possível ver muita fumaça saindo do prédio
Mais de sete horas depois do início do incêndio ainda era possível ver muita fumaça saindo do prédio |  Foto: Pedro Marconi - Grupo Folha
 

O supermercado está no bairro desde 1984 e no mesmo prédio há cerca de 18 anos. Recentemente foi iniciada uma reforma no espaço, com a construção de uma nova infraestrutura para receber o estabelecimento e também lojas. "Tenho amizade com todos, não tem justificativa para o que aconteceu. Antes,  eu fazia as entregas, chamo todos os clientes pelo nome, eles também me conhecem. Sei praticamente onde todos eles moram”, destacou o empresário. 

CÂMERAS 

O estabelecimento tem câmeras de segurança, no entanto, o circuito ficava dentro da loja e acabou danificado. O supermercado tem seguro. “Dependemos dos vizinhos para ver se arrumamos alguma imagem para provar (que foi criminoso)”, afirmou Vieira. A Polícia Civil vai investigar o caso. Ninguém se feriu e o local deverá ficar isolado por conta do risco de desabamento. 

IBIPORà

O incêndio na zona leste de Londrina foi exatamente uma semana depois do registro no Supermercado Montana, em Ibiporã (Região Metropolitana de Londrina). No caso anterior, as chamas destruíram por completo o mercado, que era um dos maiores da cidade. A polícia acredita que o fogo tenha começado por conta de um acidente de trabalho envolvendo um serviço de impermeabilização que era realizado na cobertura. 

LEIA TAMBÉM: MORADORES MOSTRAM TRISTEZA E SOLIDARIEDADE APÓS INCÊNDIO EM IBIPORÃ

Sete pessoas se feriram e uma morreu. Uma funcionária do mercado recebeu alta da Santa Casa de Londrina no fim de semana. Já o dono, Alberto Araújo, 53, até a manhã desta segunda-feira, continuava internado em estado grave, intubado e sob cuidados intensivos. A equipe médica identificou queimaduras de vias áreas. 

Atualizada às 11h12

****

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.