|
  • Bitcoin 121.439
  • Dólar 5,0555
  • Euro 5,2186
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 28/06/2022, 15:50

Governador assina ordem de serviço para obra do CEEP de Londrina

Serão investidos cerca de R$ 15,2 milhões para terminar unidade, que está com trabalhos parados há sete anos

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 28 de junho de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

Foto: Pedro Marconi - Grupo Folha
menu flutuante

O governador Ratinho Junior assinou, na manhã desta terça-feira (28), a ordem de serviço para a conclusão das obras do CEEP (Centro Estadual de Educação Profissional) de Londrina, como a FOLHA havia adiantado. O Fundepar (Instituto Paranaense para o Desenvolvimento Educacional) vai destinar R$ 15,2 milhões para finalizar a estrutura, que será levantada no conjunto Aquiles Stenghel, zona norte.

A obra teve início em 2013, mas após executar 19% do previsto em contrato, a empresa responsável acabou abandonando o projeto em 2014, em meio às denúncias da Quadro Negro. A unidade não foi incluída na operação, mas mesmo assim o financiamento do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) foi interrompido. 

Para a retomada foram necessárias a atualização dos projetos e a realização de uma nova licitação. Após o início das obras o prazo de execução é de 570 dias. “Tivemos uma conversa intensa com o FNDE para conseguir novamente os financiamentos, que foram retomados no ano passado. Após o processo de licitação, a obra inicia imediatamente. Serão abertas muitas vagas, atendendo uma necessidade grande de Londrina, com um colégio novo que é o que a cidade e a região precisam”, disse o diretor-presidente do Fundepar, Marcelo Pimentel Bueno.

Anúncio de liberação da verba foi feito durante cerimônia em Curitiba Anúncio de liberação da verba foi feito durante cerimônia em Curitiba
Anúncio de liberação da verba foi feito durante cerimônia em Curitiba |  Foto: Albari Rosa/AEN
 

A nova estrutura vai atender até 900 estudantes, em três turnos, com a oferta de cursos técnicos. O projeto em Londrina terá uma área construída de mais de 6,5 mil metros quadrados dividida em quatro blocos. No total serão 12 salas de aula, área administrativa, cozinha, refeitório, biblioteca, banheiros, ginásio coberto, laboratórios especiais, guarita e passarela. “O colégio de ensino profissional vai influenciar na realidade do município e na vida das pessoas”, ressaltou o prefeito Marcelo Belinati. 

IBIPORÃ

A FOLHA também mostrou nesta semana que o CEEP de Ibiporã, que a construção havia sido retomada em 2020, está com os serviços parados novamente após o Estado e a construtora não entrarem num consenso sobre o contrato. Uma nova licitação terá que ser lançada e a promessa é que isso ocorra ainda este ano. 

BATALHÃO DA PM 

Durante a cerimônia desta terça, em Curitiba, o governador também oficializou a criação do 30º Batalhão da Polícia Militar. É o segundo batalhão da PM na cidade e vai atender a zona norte e também outros seis municípios do entorno. A mudança inclui a transformação da 4ª Companhia do 5º BPM, localizada em Cambé, em Companhia Independente da Polícia Militar. (Com informações da Agência Estadual de Notícias)

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.