|
  • Bitcoin 108.796
  • Dólar 5,2387
  • Euro 5,5430
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 30/05/2022, 16:03

'Gangue da Marcha Ré' invade loja na zona norte de Londrina

Criminosos utilizaram um veículo para arrombar o estabelecimento; comerciantes relatam onda de furtos na região

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 30 de maio de 2022

Micaela Orikasa - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Micaela Orikasa - Grupo Folha
menu flutuante

Os prejuízos ainda não foram levantados pelo proprietário de uma loja de conveniência, na zona norte de Londrina, que foi alvo da “Gangue da Marcha Ré” nesta madrugada de segunda-feira (30). Os criminosos utilizaram um veículo Monza para arrombar a porta metálica e de vidro do estabelecimento, localizado no cruzamento das avenidas Lucilio de Held e Winston Churchill.  

  

O proprietário, que não quis se identificar, conta que foi comunicado pela empresa de alarme monitorado, por volta das 5 horas. Os criminosos levaram bebidas, como whisky, cigarros, uma quantia de dinheiro que estava no caixa e um aparelho celular. “Temos as imagens das câmeras que poderão ajudar a Polícia na identificação de quem cometeu isso e vamos tentar atender o público ainda hoje. Os prejuízos, a gente vai acabar cobrindo com o seguro, mas o sentimento é de decepção com o ser humano que não está nem aí para os outros. São pessoas que acham que aqui não é terra de ninguém”, disse.  

Imagem ilustrativa da imagem 'Gangue da Marcha Ré' invade loja na zona norte de Londrina Imagem ilustrativa da imagem 'Gangue da Marcha Ré' invade loja na zona norte de Londrina
|  Foto: Micaela Orikasa - Grupo Folha
 

Segundo a Polícia Militar, o veículo utilizado tinha alerta de furto na Vila Yara, na zona leste, e foi encontrado abandonado na Lucílio de Held sem os objetos furtados. O caso será investigado pela Polícia Civil. A loja foi inaugurada há 1 ano e meio e está é a primeira ocorrência de furto. “Fazia tempo que não acontecia uma situação como esta, aqui na região. Fui o sorteado”, ironizou. 

PRIMEIRO CASO

Na região do 2º CRPM (Comando Regional da Polícia Militar), o tenente Emerson Castro afirmou que em 2022, este é o primeiro caso de “Gangue da Marcha Ré” na zona norte de Londrina. A FOLHA entrou em contato com o 5º BPM (Batalhão da Polícia Militar) para saber se há registros deste tipo de ocorrência em outras regiões e aguarda um retorno. Em julho de 2021, uma loja no Calçadão de Londrina foi atingida por um veículo Corsa Hatch.  

Imagem ilustrativa da imagem 'Gangue da Marcha Ré' invade loja na zona norte de Londrina Imagem ilustrativa da imagem 'Gangue da Marcha Ré' invade loja na zona norte de Londrina
|  Foto: Divulgação/2CRPM
 
LEIA TAMBÉM:
+ Praça Dom Pedro I terá totem para denúncias e câmeras de segurança
Apesar da falta de energia, Biblioteca de Londrina mantém atendimentos

ONDA DE FURTOS 

Nos estabelecimentos comerciais no entorno da loja de conveniência, as ocorrências de furtos têm sido frequentes, de acordo com o proprietário de uma loja de materiais elétricos e hidráulicos, Rodrigo de Araújo. Ele diz que tem atendido muitos comerciantes que buscam produtos, principalmente fios elétricos, após terem sido furtados.  

“No meu estabelecimento levaram as câmeras de segurança, no ano passado. Tive um prejuízo de R$ 600. É uma quantia que não está no orçamento do mês e que vem acompanhada de estresse, de transtorno. O certo é todos fazerem o Boletim de Ocorrência para que a polícia saiba o que está acontecendo”, afirmou. 

Em um canteiro de obra, a alguns metros à frente, os furtos vêm acontecendo a cada mês, de acordo com o mestre de obra Adilson de Souza. “Às vezes, entram aqui mais de duas vezes no mês. O foco principal é o fio de cobre e, quando não acham mais, levam tudo o que possa ter valor. Já levaram equipamentos, aço, o que der para carregar”, lamentou.  

Imagem ilustrativa da imagem 'Gangue da Marcha Ré' invade loja na zona norte de Londrina Imagem ilustrativa da imagem 'Gangue da Marcha Ré' invade loja na zona norte de Londrina
|  Foto: Micaela Orikasa - Grupo Folha
 

A obra começou em outubro de 2021 e a última ocorrência aconteceu no mês passado. “Agora temos uma guarda porque temos tido muitos prejuízos. Eles sempre invadem de madrugada e alguns vizinhos já chegaram a ver dois ou três sujeitos saindo correndo da obra”, disse.   

SERVIÇO: O Disque Denúncia da Polícia é o 181. Denúncias sobre ocorrências na zona norte de Londrina, Bela Vista do Paraíso, Sertanópolis, Primeiro de Maio, Alvorada do Sul, Ibiporã e Jataizinho também podem ser feitas através do WhatsApp (43) 98843-7689. 

***

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1