CAMPANHA -

Cornélio Procópio planeja vacinar toda população acima de 18 anos em junho

Cidade do Norte Pioneiro já imunizou com uma dose contra Covid 38% de todos os moradores

Pedro Marconi - Grupo Folha
Pedro Marconi - Grupo Folha

Em meio à expectativa de diversas pessoas para conseguir se imunizar contra a Covid-19, Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro, é um “ponto fora da curva”.  A cidade começa a vacinar nesta sexta-feira (11) os moradores de 48 e 49 anos. Desde o início da campanha, em janeiro, o município já conseguiu vacinar praticamente todos os grupos prioritários, como idosos, trabalhadores da saúde e indivíduos com comorbidades. 


 

materia especial cornelio procopio - fotos: gustavo carneiro - folha de londrina - 11/02/16
materia especial cornelio procopio - fotos: gustavo carneiro - folha de londrina - 11/02/16 | Anderson Coelho
 


O município tem quase 48 mil habitantes e já aplicou 18.092 primeiras doses, número que representa 38% de toda a população. De acordo com a secretaria municipal de Saúde, Cornélio é a 11ª cidade do Paraná que mais imunizou com as duas doses proporcionalmente, sendo 7.886 pessoas até esta quinta-feira (10). A partir desta sexta a vacinação vai acontecer no colégio da PM (Polícia Militar) ao invés do drive-thru no Tiro de Guerra, como vinha ocorrendo. A estimativa é que ainda têm 16 mil pessoas sem imunização. 


Secretária de Saúde e vice-prefeita, Angelica Olchaneski creditou o avanço na imunização à agilidade na aplicação após a chegada das doses. “Temos uma logística boa. O empenho da equipe da Saúde é grande. Estamos vacinando sempre em duas ou mais frentes: comorbidades e paralelamente profissionais da educação e saúde. Nosso entendimento é que a vacina é no braço das pessoas e não no freezer”, detalhou. 


Cornélio Procópio segue o Plano Nacional de Imunização e tem conseguido contemplar mais públicos do que o indicado pelo Ministério da Saúde. No grupo das comorbidades, por exemplo, também puderam receber o imunizante a população com hipertensão que precisa de apenas um medicamento de uso contínuo. Nesta sexta-feira, além das pessoas com 48 e 49 anos, serão vacinadas grávidas e remanescentes de outras fases. Estarão à disposição 1.170 doses da Pfizzer, sendo a primeira vez que este imunizante será aplicado no município. 


LEIA TAMBÉM:

- Cornélio Procópio vacina população geral de 53 anos contra Covid


Olchaneski afirmou que a meta é vacinar com pelo menos uma dose toda a população acima de 18 anos até o final deste mês. “Tendo vacina e em quantidade suficiente o anseio é imunizar todo o pessoal”, garantiu. “Já temos visto o reflexo da vacina no município. Os idosos estão adoecendo menos e, por consequência, morrendo menos. Os últimos óbitos têm sido na faixa etária de 40 a 50 anos, por isso nossa pressa para vacinar o quanto antes”, complementou. 


CASOS

A cidade acumula 6.147 confirmações de coronavírus e 128 mortes em decorrência da doença. No boletim divulgado na quarta-feira (9) eram 32 pacientes internados, 12 deles na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). “Vivemos um momento delicado. Mais de 500 casos ativos e o que nos chama a atenção são os casos em investigação, mais de 200. O cenário do município não é diferente do restante do Estado, mesmo com todas as medidas adotadas. Identificamos a circulação das variantes P1 e P2 e, talvez, seja por isso que tenha aumentado tanto, já que a transmissibilidade é maior.” 


Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo