NO AUTÓDROMO -

CMTU oferece curso gratuito para motociclistas

Capacitação inclui treinamento prático e tem objetivo de melhorar condução nas ruas; cerca de 60% dos acidentes em Londrina envolvem pelo menos uma moto

Pedro Marconi - Grupo Folha
Pedro Marconi - Grupo Folha

 

Circuito foi criado no autódromo para simular situações encontradas nas vias públicas
Circuito foi criado no autódromo para simular situações encontradas nas vias públicas | Pedro Marconi - Grupo Folha
 


A CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização) começou  um curso voltado para motociclistas nesta terça-feira (20),no autódromo Ayrton Senna, zona norte de Londrina. A intenção é otimizar a conduta destas pessoas nas ruas, gerando impacto no trânsito. Segundo a companhia, cerca de 60% dos acidentes registrados em Londrina envolvem, pelo menos, uma moto. Nos dois primeiros meses deste ano, dos dez óbitos na cidade por acidentes, quatro foram de motociclistas. 


A formação é gratuita e vai acontecer, por tempo indeterminado, no período da manhã, todas as terças, quartas e quintas-feiras. O cadastro precisa ser feito de maneira antecipada, pela internet. São 12 vagas por dia. “Aqueles que já têm motocicleta, são habilitados e têm alguma dúvida na condução da moto, podem se inscrever para sanar na parte teórica e prática. São dicas de pilotagem, como se comportar na curva, pista molhada. A ideia é que com isso evitemos acidentes, principalmente os gravíssimos”, explicou Sérgio Dalbem, diretor de Trânsito da CMTU. 


O treinamento é dividido em duas etapas, com duração total de três horas, terminando até as 12h. A primeira parte é usada para explicações, dicas de segurança, direção defensiva e reflexo, entre outros temas. Já a segunda é voltada para a prática. Um circuito foi montado no autódromo simulando a realidade das vias públicas, com quebra-molas, curvas abertas e fechadas, retas e obstáculos. São manobras para dar mais mobilidade. 


LEIA TAMBÉM: Radares voltam a funcionar em junho; saiba os locais


“Não é uma concorrência com autoescolas. Aquele que está saindo da autoescola e ainda tem insegurança, que venha, faça quantas vezes for necessário. A pessoa pode se inscrever sempre, usando a pista prática para que se desenvolva cada vez mais e no momento que estiver na rua tenha uma experiência maior para a condução”, destacou. 


OPORTUNIDADE

O servidor público Alexandre Augusto Amaral tem CNH (Carteira Nacional de Habilitação) A desde os 18 anos. Atualmente com 50 anos e, mesmo com tanta vivência, optou pelo curso. “Quando tem oportunidade de aprendizado, nunca pode desperdiçar. Tenho experiência, mas não sei tudo”, destacou. Amaral já sofreu acidentes e costuma pilotar a moto dentro e fora da cidade. “Utilizo a moto para trabalhar e passear. Na cidade ando mais devagar, procuro manter distância dos carros da frente e de trás”, elencou. 


FALHA RECORRENTE

Sérgio Dalbem comentou que um erro comum dos motociclistas envolve o uso dos freios. “Na moto, diferentemente dos carros, tem dois freios e muitas vezes a pessoa, insegura, tem medo de usar o freio dianteiro e utiliza só o traseiro. Isso, numa velocidade de 50 quilômetros por hora, vai dar arrastamento de pneu de aproximadamente 15 metros. Não vai conseguir evitar o acidente ou o choque. Aprender a usar os dois freios ajuda e o risco de empinar é menor”, detalhou. 


Um agente da companhia é o responsável por ministrar a capacitação no projeto. Para a concepção do programa foram realizadas pesquisas e consultas junto a empresas da área de pilotagem, além da própria experiência do servidor, que já trabalhou como instrutor de autoescola. 


SERVIÇO - Quem quiser se inscrever no curso deve acessar o site cmtu.londrina.pr.gov.br/, clicar no menu “Trânsito” e, na sequência, preencher o formulário na opção “Educação no Trânsito” / “Requerimentos”. 


Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo