|
  • Bitcoin 232.430
  • Dólar 5,5670
  • Euro 6,3136
Londrina

O BICHO PEGOU 5m de leitura Atualizado em 15/07/2021, 16:08

Cão Mike 'trabalhará' em Centro de Atenção Psicossocial de Londrina

Prumos, de responsabilidade da Secretaria de Segurança Pública, foi criado para cuidar da saúde mental de policiais civis e militares, agentes penitenciários, peritos e seus familiares

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 13 de julho de 2021

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

O Centro de Atenção Psicossocial do programa Prumos de Londrina terá um novo integrante. Trata-se do Mike, um Golden Retriever brincalhão que está sendo treinado pela Polícia Militar da região para auxiliar os pacientes acolhidos. O Prumos foi criado pela Secretaria da Segurança Pública para cuidar da saúde mental dos policiais civis e militares, agentes penitenciários, peritos e seus familiares.

Mike ajudará os profissionais no processo de desenvolvimento da interação social e no acompanhamento das sessões de atendimento aos pacientes
Mike ajudará os profissionais no processo de desenvolvimento da interação social e no acompanhamento das sessões de atendimento aos pacientes |  Foto: PMPR - Divulgação
 

Mike ajudará os profissionais no processo de desenvolvimento da interação social e no acompanhamento das sessões de atendimento aos pacientes. O coordenador do Prumos em Londrina, tenente Danilo Alexandre Mori Azolini, explica que o cão atuará  com psicólogas e assistentes sociais. “A ideia é que ele participe, de forma complementar, no acompanhamento do tratamento dos nossos policiais e seus familiares, como um agente de amor e de acolhimento”, afirma. “Há uma importância imensurável na aplicação de cães no contato direto com a comunidade, em ações sociais. Um cão como Mike tem o poder de gerar respeito, segurança, acolhimento e afeto”.

A psicóloga do Prumos de Londrina, Lenita Balekian, explica que Mike tem apenas quatro meses e ainda não participou oficialmente das atividades no centro de atendimento. Mesmo assim, só a presença dele no centro de saúde já alegra quem chega para as consultas. “Ele demonstra ser muito amável e as crianças e adultos já tiveram uma resposta positiva com a presença dele, mesmo sem uma aplicabilidade formal”, destaca.

LEIA TAMBÉM:

Proteção animal é foco do Julho Dourado

- Pets e os idosos: quais os benefícios dessa interação

MELHORA PSICOLÓGICA

Ela conta que duas crianças que tiveram contato mais próximo com o Mike apresentaram melhora no quadro psicológico. “Pedimos autorização dos pais para que o atendimento ocorresse com o cão. Eram crianças que não falavam e interagiam pouco, mas com a presença dele houve efeitos positivos, como a redução da ansiedade e estímulo da verbalização, sentimentos e interação social. O resultado nos surpreendeu”, complementa.

A profissional diz, ainda, que a aplicação do cão com o público infantil pode trazer muitos benefícios no tratamento de questões de saúde mental. “Podemos trabalhar vários quesitos como ansiedade, limites de tempo, afeto, entre outros. No Prumos vamos trabalhar o Mike como auxiliar nas terapias”, arremata.

Imagem ilustrativa da imagem Cão Mike 'trabalhará' em Centro de Atenção Psicossocial de Londrina
|  Foto: PMPR
 

ROTINA 

Tenente Azolini explica que o cão é naturalmente qualificado para que haja essa interação com os pacientes que buscam o apoio do Prumos. “Algumas raças possuem aptidões únicas e de emprego prático em hospitais, asilos, creches, clínicas de reabilitação e outras instituições de maior contato humano. A raça Golden Retriever é uma dessas. Podemos trabalhar com estas habilidades junto à equipe técnica para promover um melhor atendimento que, por meio do cão, é facilitado”, diz.

A rotina de Mike é dividida entre os treinamentos no 5º Batalhão de Polícia Militar, feitos por policiais militares capacitados, e as visitas ao Centro do Prumos. Depois de ter seu adestramento aprovado pelos policiais do batalhão e pela equipe de psicologia, ele será aplicado tanto nos atendimentos presenciais de Londrina, quanto em possíveis acompanhamentos domiciliares aos militares que são assistidos pelo programa.

PRUMOS

O programa, que atende todo o Estado, foi criado pela Secretaria da Segurança Pública, por meio da Assessoria de Planejamento Estratégico e Gestão de Projetos. O objetivo é oferecer suporte à saúde mental dos policiais militares e civis, bombeiros militares, agentes penitenciários e peritos oficiais, além se seus familiares. Por ficarem expostos a situações de violência, estresse e pressão, precisam de acompanhamento adequado para manter o equilíbrio emocional e garantir o pleno desenvolvimento de suas atividades. (Com informações da AEN)

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM