|
  • Bitcoin 118.528
  • Dólar 5,2124
  • Euro 5,3427
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 06/07/2022, 15:26

Bela Vista do Paraíso registra morte por dengue

Idoso de 79 anos chegou a ser transferido para Londrina, mas não resistiu às complicações da doença; Sesa confirmou outras 5 mortes no PR

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 06 de julho de 2022

Micaela Orikasa - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Divulgação/Vigilância Sanitária Bela Vista do Paraíso
menu flutuante

A cidade de Bela Vista do Paraíso, na Região Metropolitana de Londrina, registrou um óbito por dengue no boletim divulgado pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), na terça-feira (5). A morte de um idoso de 79 anos ocorreu no dia 25 de maio e, de acordo com a Epidemiologia do município, ele era hipertenso, diabético e tinha miocardiopatia. 

“Este senhor passou por consulta médica na UBS (Unidade Básica de Saúde), chegou a ser atendido no Hospital Municipal e foi transferido para uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em Londrina, onde foi a óbito”, diz Liliane Longhi Fabrin, coordenadora de Epidemiologia de Bela Vista do Paraíso.  

Este é o primeiro óbito por dengue no município, que possui pouco mais de 15 mil habitantes. Desde o início do período epidemiológico, em agosto de 2021, já são 208 notificações e 16 confirmações da doença. Segundo Fabrin, os números começaram a apresentar uma queda. Enquanto no mês de maio foram 63 notificações e dois casos positivos, em junho foram 39 notificações e nenhuma confirmação até o momento, pois 35 exames ainda estão em análise.  

TRABALHO DE REMOÇÃO

Ainda de acordo com Fabrin, as equipes da Vigilância Sanitária seguem em campo, trabalhando na remoção de criadouros semanalmente e realizando o bloqueio com UBV costal nas proximidades de borracharias, ferros-velhos e postos de combustíveis.

“Geralmente são locais onde observamos um número maior de notificações pela questão de abrigarem materiais que possam acumular água, mas também temos encontrado muitos focos do Aedes aegypti em vasos de plantas, nos quintais das residências”, diz Fabrin.  

No LIRAa (Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti) realizado entre os dias 09 e 13 de maio, Bela Vista do Paraíso apresentou um índice de 1.3%. O Ministério da Saúde indica uma situação satisfatória se abaixo de 1%, e de alerta entre 1 e 3,9%. 

LEIA TAMBÉM:

Carros apreendidos estão abandonados em avenida central de Carlópolis

LONDRINA 

 Os números da dengue também foram detalhados por município no boletim da Sesa. Em Londrina, já são 12.257 notificações, com 1.443 casos confirmados e duas mortes. O município é uma das 21 cidades que compõem da 17ª RS (Regional de Saúde) que até o momento registra um acumulado de 26.577 notificações, 2.940 casos positivos da doença e oito mortes.  

Em comparação com outras Regionais de Saúde, a 17ª fica atrás somente da 10ª RS de Cascavel (Oeste), com 15 mortes; 15ª RS de Maringá (Noroeste), com 11 mortes e 9ª RS de Foz do Iguaçu (Oeste), que já registrou 10 mortes pela doença.

Em todo o Paraná, 71 pessoas perderam a vida por complicações da dengue no atual período sazonal que soma 115.634 casos confirmados e 235.388 notificações. Outros 25.566 casos seguem em análise.  

Além de Bela Vista do Paraíso, outras cinco mortes foram confirmadas no último informe da Sesa. Os óbitos ocorreram entre os dias 5 e 27 de maio deste ano. São três mulheres e dois homens, com idades entre 27 e 87 anos. Os pacientes que foram a óbito residiam em Cascavel (2); Pontal do Paraná (1), no Litoral; Foz do Iguaçu (1) e Japurá (1). no Noroeste. 

O mosquito Aedes aegypti também é responsável, além da dengue, pelo zika e chikungunya. Durante este período não houve registro de casos de zika. Foram registrados 22 casos de febre chikungunya confirmados, sendo oito autóctones e 14 importados. (Com AEN)

****

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1