|
  • Bitcoin 120.871
  • Dólar 5,2698
  • Euro 5,3626
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 03/03/2022, 14:10

Zelenski diz que só conversa direta com Putin pode parar a guerra

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 03 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente ucraniano, Volodimor Zelenski, disse nesta quinta-feira (3) que quer negociar diretamente com o presidente russo, Vladimir Putin. Segundo ele, essa é "a única maneira de parar a guerra" entre os dois países, que já dura mais de uma semana.

"Tenho que falar com Putin [...] porque essa é a única maneira de parar esta guerra", disse Zelenski em entrevista coletiva, declarando-se "aberto" e "disposto a abordar todos os problemas" com Putin.

Essa foi a primeira entrevista coletiva do presidente ucraniano desde o início da guerra. Até aqui, ele havia realizado apenas entrevistas exclusivas e publicado vídeos próprios com suas mensagens acerca do conflito.

A coletiva foi realizada na capital Kiev e cercada por forte aparato militar.

Nesta mesma quinta, representantes da Rússia e da Ucrânia se encontram em Belarus para a segunda rodada de negociação entre os dois países.

Imagens mostram representantes dos países apertando as mãos antes do encontro. Os ucranianos chegaram para o debate com roupas verdes, enquanto os russos, terno e gravata.

Zelenski afirmou ainda que, caso seu país seja derrotado pela Rússia, as forças de Putin atacarão o restante da Europa Oriental, começando pelos países bálticos (Estônia, Letônia e Lituânia).

Zelenski pediu aos países do Ocidente para que aumentem apoio e pediu aeronaves militares para "fechar o céu" ucraniano.

"Se desaparecermos, que Deus nos proteja, em seguida [os países atacados] serão Letônia, Lituânia, Estônia etc. [...] até o Muro de Berlim. Acreditem em mim", disse Zelenski. Para ele, o presidente russo, Vladimir Putin, tenta reconstruir a esfera de influência europeia da União Soviética na Europa.