|
  • Bitcoin 111.318
  • Dólar 5,2423
  • Euro 5,5322
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 26/02/2022, 14:45

XP compra gestora voltada ao mercado imobiliário Habitat Capital

PUBLICAÇÃO
sábado, 26 de fevereiro de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A XP Asset Management, gestora da XP, anunciou na sexta-feira (25) a aquisição da Habitat Capital Partners Asset Management, gestora independente focada no mercado imobiliário.

Fundada em 2018 e especializada em fundos imobiliários, a Habitat Capital tem aproximadamente R$ 730 milhões em ativos sob gestão. O valor da operação não foi divulgado.

"A Habitat Capital possui uma carteira de ativos imobiliários pulverizada, estratégica e bastante complementar para a XP Asset Management", disse Bruno Castro, presidente executivo da XP Asset, em comunicado. A gestora da XP soma cerca de R$ 134 bilhões em ativos sob gestão.

A Habitat iniciou suas atividades em meados de 2016 como consultora na área de fundos imobiliários, se tornando uma gestora de recursos cerca de dois anos depois.

O foco da empresa é investir em títulos de renda fixa que têm como lastro operações no mercado imobiliário residencial e de multipropriedades, os CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários).

Em especial, na classe conhecida como "high yield" [alto rendimento], de maior expectativa de retorno em relação à média de mercado e maior risco associado.

A XP aponta que a escalada da Selic, atualmente em 10,75%, gera uma expectativa positiva de rendimento para determinados títulos da categoria, sobretudo os indexados ao CDI.

Marcelo Kayath, Edward Weaver e Camila Almeida, sócios fundadores da Habitat, continuam como diretores da gestora e responsáveis pela gestão do fundo durante o processo de integração dos times.

Os sócios executivos, incluindo Juliana Pedroza, responsável pela área de Relacionamento com Investidores, também estarão à frente deste processo.

O fechamento da operação está sujeito ao cumprimento de condições usuais para transações desta natureza, incluindo a obtenção de autorização pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

Em janeiro, a XP anunciou a aquisição do Banco Modal, avaliando a instituição financeira em cerca de R$ 3 bilhões.