|
  • Bitcoin 144.334
  • Dólar 4,8307
  • Euro 5,1558
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 14/03/2022, 19:34

Vice-prefeito de Atibaia é baleado em briga com 'fiscal do povo'

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 14 de março de 2022

PAULO EDUARDO DIAS
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O vice-prefeito de Atibaia, município da Grande São Paulo, foi baleado neste domingo (13) após ir tirar satisfação com um homem que se denomina "fiscal do povo". No local, Fabiano Batista de Lima, 36, agrediu o morador a socos antes de ser alvo de disparos. A cena foi gravada por uma câmera de segurança.

Autor dos tiros, Júnior Humberto de Oliveira, 43, foi preso em flagrante por tentativa de homicídio. Segundo o Tribunal de Justiça, a prisão foi convertida em preventiva, ou seja, ele pode ficar detido até um possível julgamento.

Conhecido como Juninho do Hot-Dog, o "fiscal do povo" faz denúncias por meio de lives e publicações, principalmente no Facebook.

Oliveira afirmou que o vice-prefeito teria adquirido um restaurante de luxo na cidade e posto o empreendimento no nome da mulher, para não chamar atenção. "A sua mulher consegue comprar restaurante de R$ 1 milhão?", indagou o atirador por telefone, em conversa com Lima, momentos antes do encontro entre os dois.

Durante a discussão, que foi gravada, ambos marcaram o encontro na casa de Oliveira, que chegou a duvidar que o vice-prefeito fosse até o local.

O vídeo que viralizou nas redes sociais mostra o encontro. Nele, é possível ver o momento em que Oliveira abre o portão da casa e parece aguardar uma pessoa na calçada. Pouco tempo depois, quando está distraído mexendo em seu celular, um homem vestindo camiseta vermelha corre pela calçada e, aproveitando que Oliveira está de cabeça baixa e de costas, desfere socos em seu rosto. O autor das agressões é Lima.

Por um instante ambos deixam o campo de gravação. Já na volta, Lima corre, enquanto Oliveira atira em sua direção. Pela imagem não é possível identificar ferimentos no vice-prefeito. Depois, ele deu entrada em um hospital com ferimento na perna.

Minutos depois dos tiros, Oliveira fez uma live em que conta sobre a agressão sofrida e os disparos em direção ao vice-prefeito. Na imagem é possível ver um hematoma no rosto de Oliveira, segundo ele, motivado pelos socos desferidos contra ele. Ele também cita ter levado uma facada no braço, também culpando o vice-prefeito, no momento em que ambos teriam entrado na residência.

"Ele falou que ia vir aqui. Ele me deu um soco, correu atrás de mim, tentou me esfaquear, puxou a faca da cintura. Veio com a faca para cima de mim. Infelizmente, eu tive que usar da força, usar minha arma de fogo. Infelizmente, tive que efetuar alguns disparos em legítima defesa", detalhou a seguidores que o acompanhavam na transmissão.

Na live, Oliveira mostrou o ferimento que teria sido causado pela faca, perto de seu cotovelo.

Em uma rede social, o vice-prefeito escreveu que, quando houve os disparos, ele estava na companhia da mulher e dos filhos. "Todos sabem que temos sofrido ataques contínuos nas redes sociais promovidos por esta pessoa, que não respeita nem a honra dos nossos familiares".

No mesmo texto, o vice-prefeito confirmou ter ido até o encontro de Oliveira para tirar satisfações, no entanto, negou que estivesse armado com uma faca. "Emocionalmente abalado com os ataques gratuitos disparados contra a minha esposa, fui realmente tirar satisfação com ele, mas é uma grande mentira que estava com faca em mãos, versão criada por ele, para tentar se defender de um ato tão grave contra a minha integridade", acrescentou.

A reportagem procurou a prefeitura de Atibaia com a intenção de saber se alguma medida será tomada contra o vice-prefeito, já que ele aparece agredindo Oliveira. No entanto, a gestão municipal não se pronunciou. A reportagem também encaminhou mensagem pelo Instagram de Lima, mas não houve resposta.

Procurada, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) disse que o caso é investigado pela delegacia de Atibaia. "O autor, de 43 anos, foi preso em flagrante por tentativa de homicídio, após análise de câmeras de segurança da região e do depoimento dos envolvidos. O revólver utilizado pelo indiciado, assim como a faca que estaria com a vítima, foram encaminhados para perícia", afirmou, em nota.