|
  • Bitcoin 151.566
  • Dólar 5,0617
  • Euro 5,2708
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 23/03/2022, 21:04

Um dia após reinauguração, café de Petrópolis é destruído novamente por chuva

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 23 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Uma cafeteria destruída pelas chuvas que deixaram 234 mortos, em 15 de fevereiro, na cidade de Petrópolis (RJ), foi reinaugurada e, em 24 horas, foi novamente devastada durante temporal que atingiu mais uma vez a região serrana do estado.

Nas redes sociais, a loja Inverno D'Itália publicou um registro da reinauguração, no último sábado (19), e outro, no dia seguinte, após o município registrar mais de 500 milímetros de precipitações.

Também nas redes, os sócios da cafeteria informaram no domingo (20) que os danos causados pelas chuvas deste fim de semana foram ainda mais graves do que o do dia 15 de fevereiro, já que não houve tempo para salvar os equipamentos.

"Vamos entregar o ponto pelo risco de novas enchentes. Estamos começando a pensar no que fazer e pesquisar novos pontos ou oportunidades", disse nota assinada pelos sócios, identificados apenas como Guto e Bruna.

Na primeira inundação da loja, 11 pessoas ficaram ilhadas no local esperando a água, que atingiu uma altura de 1,7 m, baixar, ao longo de quatro horas, mas ninguém ficou ferido. A loja tinha sido inaugurada cerca de um ano antes. Na ocasião, o prejuízo dos dois sócios foi de cerca de R$ 40 mil e uma vaquinha virtual foi aberta. Ela arrecadou pouco mais de R$ 11 mil, utilizados na reinauguração.

As chuvas que destruíram mais uma vez a cafeteria Inverno D'Itália no fim de semana causaram novos deslizamentos de terra, enxurradas e mortes na cidade de Petrópolis. De acordo com a Defesa Civil do município, 534,4 milímetros de chuvas foram registrados em 24 horas no domingo, maior índice pluviométrico da história da cidade.

Sete pessoas morreram com as novas enchentes. Vídeos divulgados nas redes sociais mostraram até mesmo um carro sendo engolido por uma cratera em uma rua da cidade. As autoridades ainda consideram desaparecidas três pessoas atingidas pelas chuvas de 15 de fevereiro.