|
  • Bitcoin 145.240
  • Dólar 4,9690
  • Euro 5,2118
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 02/03/2022, 13:41

Ucrânia diz que Rússia deixou documentos secretos para trás em conflitos

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 02 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - O Ministério da Defesa da Ucrânia informou nesta quarta-feira (2) em suas redes sociais que encontrou o que chamou de "documentos secretos", que teriam sido deixados pela Rússia quando as forças armadas do país tiveram que recuar após uma ação bem sucedida do exército ucraniano.

De acordo com o ministério, foram encontrados documentos de planejamento que contém informações como tarefas de combate e lista de funcionários. A pasta também disse que o objetivo da unidade russa que teve que recuar era se juntar a outras tropas para assumir o controle de Melitopol.

Ainda segundo o órgão, há papéis que tratam da guerra que datam do dia 18 de janeiro, mais de um mês antes do primeiro ataque russo. Estes documentos definiam que a ocupação da Ucrânia deveria acontecer em 15 dias, a partir de 20 de fevereiro.

"Então, quando mais uma vez um dos presos disser que veio estudar e se perdeu - não acredite!", alerta o Ministério da Defesa. "Eles sabiam, planejaram e prepararam cuidadosamente", completa.

O órgão ucraniano terminou dando um recado à Rússia, fazendo uma referência ao Tribunal de Haia, que julga crimes de guerra: "E diremos uma coisa aos ocupantes russos: mantenha seu equipamento e documentos secretos, precisaremos deles, o primeiro -para nossos defensores e o segundo- para Haia."