|
  • Bitcoin 150.087
  • Dólar 4,9314
  • Euro 5,2249
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 25/03/2022, 16:45

Ucrânia acusa Rússia de destruir documentos sobre repressão soviética

PUBLICAÇÃO
sábado, 26 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Ministério da Justiça ucraniano afirmou nesta sexta-feira (25) que invasores russos destruíram arquivos de segurança da região de Chernihiv, no norte da Ucrânia. Os documentos seriam relativos à repressão da União Soviética contra a Ucrânia.

As informações foram repassadas ao ministério por meio do chefe do serviço de arquivamento do Estado, Anatoliy Khromov. Ele afirma que um departamento inteiro, onde continham os documentos históricos, foi incendiado.

Khromov pondera que não é possível, por enquanto, saber quais arquivos resistiram e quais foram destruídos por toda a Ucrânia durante a ofensiva militar russa, especialmente nos prédios administrativos tomados pelos russos. Somente uma auditoria, instaurada ao fim dos conflitos com a Rússia, poderá estimar o tamanho das perdas.

Ainda segundo informações ucranianas, uma reunião foi feita em 10 de março entre membros do Conselho Executivo do Conselho Internacional de Arquivos decidiu romper relações com a arquivologia russa e bielorrussa por causa da guerra.

A inteligência ucraniana indica que arquivos também foram danificados em Lugansk, Donetsk e Sumy com o objetivo de ocultar informações contrárias às narrativas históricas do Kremlin.