|
  • Bitcoin 143.750
  • Dólar 4,8081
  • Euro 5,1381
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 02/03/2022, 13:34

Tropas da Rússia atacam civis da Ucrânia que bloqueavam estrada

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 02 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - Vídeos publicados nas redes sociais mostram tropas da Rússia investindo contra civis em Enerhodar, no sul da Ucrânia. Os moradores da cidade estavam bloqueando uma rodovia para tentar impedir os militares de acessarem a região, onde fica a maior usina nuclear da Europa, Zaporizhzhia

De acordo com o Liveuamap, uma plataforma que fornece atualizações do conflito na região, os soldados atacaram com metralhadoras e lança-granadas, e houve vítimas.

Vídeos mostravam várias pessoas bloqueando a pista nesta manhã, usando inclusive caminhões de lixo.

Usina não foi tomada, diz AIEA

Ontem, a AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica) alertou para a chegada do exército russo na região, informou a agência de notícias AFP. A entidade, vinculada à ONU (Organizações das Nações Unidas), garantiu que os seis reatores de Zaporizhzhia ainda estão seguros.

As tropas russas "operam perto da central, mas não tomaram a mesma", afirmou a AIEA. Seu diretor-geral, Rafael Grossi, pediu atenção a "qualquer ação que possa ameaçar a segurança" das instalações nucleares daquele país.

Uma reunião foi convocada para hoje em Viena, sede da agência, para discutir os "riscos reais" representados pelo conflito.

Ucrânia tem quatro usinas nucleares

A Ucrânia tem quatro centrais nucleares ativas, responsáveis por aproximadamente metade da eletricidade consumida pelo país, além de diversos depósitos de resíduos radioativos, como o de Chernobyl, onde ocorreu a pior catástrofe nuclear da história, em 1986.

"Um acidente poderia ter consequências graves na saúde pública e no meio ambiente", advertiu Grossi.