|
  • Bitcoin 145.360
  • Dólar 4,8196
  • Euro 5,1601
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 22/03/2022, 19:47

Thais Carla escorrega no vômito da filha, vai ao hospital e tem pé imobilizado

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 22 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A modelo e dançarina Thais Carla levou um susto depois de escorregar no vômito da própria filha e, ao ir para o hospital, voltar com o pé imobilizado para casa. Ela deu mais detalhes pelas redes sociais.

Segundo ela, tudo começou quando sua filha, Maria, passou mal e vomitou. Na correria para levá-la ao banheiro, acabou pisoteando o vômito e torcendo o pé. Na hora, não sentiu muita dor, mas com o passar dos dias o incômodo foi aumentando.

Então, depois de não conseguir mais andar nem firmar a sola do pé esquerdo no chão, resolveu dar entrada em um pronto-socorro. Por lá, passou por exames e não foi detectada nenhuma fratura. Ela foi medicada e liberada com uma botinha na região.

Recentemente, ela usou seus stories no Instagram para criticar os comentários que Maíra Cardi tem feito sobre seu marido Arthur Aguiar, que está participando do Big Brother Brasil 22 (Globo).

"Ela não cansa de ser gordofóbica", afirmou Thais, que promove discursos sobre autoaceitação, em vídeo neste sábado (5). "Eu estou cansada de esbarrar nesse assunto que vem de um discurso de opressão falando que é para saúde e ainda vendendo uma dieta, e nem nutricionista ela é."

Desde que o ator entrou na casa, a influenciadora fitness faz brincadeiras com a alimentação do marido, que antes seguia uma dieta restrita, e com o fato de estar engordando no programa.

Em foto nos stories, Cardi comparou o corpo do cantor antes de entrar na casa e dentro do confinamento. Na comparação, Arthur estaria perdendo o abdômen definido. "Meu tanque está indo embora! Quero saber onde lavarei minhas calcinhas?", escreveu ela.

"E ainda essa obsessão pelo corpo magro, invalidando toda a vida de uma pessoa gorda o tempo todo. Isso me dá nojo", continuou Thais Carla. "Então parem de ser gordofóbicos e deixem as pessoas serem felizes, comerem, viverem do jeito que quiserem, com o corpo que elas têm, em paz."