|
  • Bitcoin 149.659
  • Dólar 4,9314
  • Euro 5,2155
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 15/03/2022, 17:35

Tarcísio diz que ninguém liga para 'esse negócio de não ser paulista'

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 15 de março de 2022

BRUNO B. SORAGGI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ministro da Infraestrutura e pré-candidato ao Governo de São Paulo, Tarcísio de Freitas (sem partido), afirmou que "ninguém tá ligando" que ele não é paulista.

"Será que é isso [ter nascido em SP] mesmo o que é importante?", questiona Tarcísio, que nasceu no Rio de Janeiro. "O pessoal tá querendo saber o seguinte: será que esse cara vai resolver o meu problema?"

O ministro cita a sua experiência na pasta federal como um trunfo para gerenciar o Executivo paulista. "A gente vai resolver problemas de infraestrutura que há décadas estão sem solução", afirmou ele a jornalistas logo depois de palestrar em um congresso do setor ferroviário, em São Paulo.

"Será que a gente não tem a sensibilidade pra perceber onde o calo tá apertando e desenhar algo criativo, como fizemos no ministério? Então esse negócio de não ser paulista, sinceramente, eu acho que é uma... Ninguém tá ligando pra isso", avalia o pré-candidato.

Recentemente, Tarcísio virou alvo de críticas e de ataques de aliados de João Doria (PSDB), de opositores de Jair Bolsonaro (PL) e até de grupos empresariais contrariados por decisões do ministro.

Garoto-propaganda de Bolsonaro por conduzir um programa de concessão considerado bem-sucedido pelo governo, Tarcísio não queria se arriscar em São Paulo.

O ministro avaliava ter mais chances com uma candidatura ao Senado, mas Bolsonaro pediu que Tarcísio mudasse de ideia para ele próprio ter palanque garantido em São Paulo -berço do governador João Doria.

Os resultados das últimas pesquisas, no entanto, turbinaram os planos do governo com Tarcísio.

Em dezembro, o Datafolha apontou o ministro com 9% das intenções de voto. O Palácio do Planalto avaliou haver em Tarcísio potencial para avançar no segundo turno.

Desde então, Tarcísio vem aparecendo em eventos privados e palestras com um discurso mais alinhado com Bolsonaro, tecendo elogios à gestão da qual faz parte e direcionando críticas, e até palavrões, contra Lula e Dilma.