|
  • Bitcoin 142.460
  • Dólar 4,8212
  • Euro 5,1378
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 24/02/2022, 20:20

SP oferece ajuda humanitária e curso de português a refugiados da guerra na Ucrânia

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

MÔNICA BERGAMO
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Secretaria da Justiça e Cidadania do Governo de São Paulo enviou um ofício à consulesa da Ucrânia em São Paulo, Viktoriia Kuznietsova, oferecendo ajuda humanitária a eventuais refugiados da guerra promovida pela Rússia.

O estado paulista se propôs a oferecer abrigo, documentação, capacitação profissional e inserção ao mercado de trabalho a ucranianos.

A pasta ainda coloca à disposição os serviços da Defensoria Pública de São Paulo, do Procon e do escritório em São Paulo da Agência da ONU para Refugiados (Acnur). E diz que os refugiados podem fazer aulas de português oferecidas pela faculdade privada Uninove, além de cursos do Fundo Social São Paulo como de gastronomia e confeitaria.

O secretário da Justiça, Fernando José da Costa, destaca no documento que a emissão de documentos pode ser feita pelo Centro de Integração da Cidadania do Imigrante, vinculado à pasta, que também forneceria ajuda com a solicitação de refúgio por meio do Sistema do Comitê Nacional para os Refugiados —este último, ligado ao Ministério da Justiça do governo federal.

"Nossa oferta se direciona a possibilidade de disponibilizar um conjunto de programas e respostas diretamente do Estado e de nossos parceiros, com pronta atenção que podem ser direcionados à população de vosso país em um momento de tamanha necessidade em razão de potencial crise humanitária passaram a vivenciar a partir da invasão e ataques da Rússia", afirma o secretário.

A Casa de Passagem, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Social e destinada exclusivamente a imigrantes e refugiados, e o Comitê Estadual para Refugiados também atuariam na causa, segundo Costa.