|
  • Bitcoin 102.500
  • Dólar 5,2536
  • Euro 5,4984
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 07/03/2022, 17:56

Solista brasileiro se demite do Bolshoi por conflito na Ucrânia

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 07 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Bailarino brasileiro David Motta Soares, um dos principais solistas do balé Bolshoi da Rússia, anunciou que pediu demissão nesta segunda-feira (7). A saída do grupo, segundo David, é em solidariedade aos 'combatentes' na Ucrânia.

O artista, de 24 anos, foi uma das principais estrelas do Bolshoi, que é uma das maiores instituições culturais envolvidas na reação internacional contra a invasão russa na Ucrânia pelo presidente Vladimir Putin.

"Estou profundamente triste em dizer que deixei o Teatro Bolshoi, meus professores, meus amigos, minha família, o lugar que chamei de lar por muitos anos", disse David Soares no Instagram.

Ele então desabafou sobre o que ocorre no país. Não posso agir como se nada estivesse acontecendo, simplesmente não consigo acreditar que tudo isso está acontecendo de novo, já passamos por isso e deveríamos ter aprendido com o passado", escreveu ele, ao lado de uma foto em que executa um passo de dança.

Ele também comentou que tem muitos amigos na Ucrânia e não consegue imaginar o que eles estão passando e como estão enfrentando a situação. "Meu coração [está] com eles", escreveu. A demissão segue a do diretor musical e maestro principal do Teatro Bolshoi, pressionado a se posicionar sobre o conflito.

David Soares estava há 12 anos na academia de balé russa. Ele se formou em 2015 na escola, quando ganhou o primeiro prêmio no All-Russian Young Dancers Competition e subiu na hierarquia do Bolshoi para o posto de solista-líder, abaixo do dançarino principal.