Sindicato diz que mudar nome de rua para Paulo Gustavo vai gerar prejuízos


KARINA MATIAS
KARINA MATIAS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Sindicato dos Lojistas do Comércio de Niterói (Sindilojas) pede à prefeitura da cidade que reconsidere a mudança do nome da rua Coronel Moreira César para Ator Paulo Gustavo. A alteração da denominação da via como homenagem ao humorista, que era nascido em Niterói e morreu em 4 de maio, ganhou amplo apoio popular em consulta pública realizada pela administração municipal.

Em ofício do dia 10 de maio encaminhado ao prefeito Axel Grael (PDT), a entidade afirma que é "justíssima a ideia de Niterói" de homenagear Paulo Gustavo, mas ressalva que a mudança vai gerar prejuízos aos lojistas. A alteração do nome da rua foi realizada no dia 19 de maio.

"É algo que envolverá vultosas despesas para os estabelecimentos comerciais e de serviços ali existentes, que terão que mudar seus planos de marketing, registros e contratos sociais, sendo portanto obrigados a fazer novas despesas justo num momento de grave crise econômica", informa o ofício.

O Sindilojas também questiona a forma como foi realizada a consulta pública. "A pergunta feita —'você concorda com a substituição do nome do Coronel Moreira César, em Icaraí, pela rua Ator Paulo Gustavo?'— não deixava margem para nenhuma outra sugestão, praticamente direcionando o votante".

Os comerciantes indagam sobre o período em que a consulta foi feita, logo após a morte de Paulo Gustavo, quando, segundo o ofício, "os ânimos e emoções" estavam exaltados. Por fim, o sindicato afirma ainda que achava mais adequado dar o nome do humorista para um "equipamento cultural de peso como, por exemplo, o futuro Cinema Icaraí, por cujo imóvel a prefeitura inclusive já pagou".

"Convenhamos, o ponto é um dos mais nobres da cidade, com grande visibilidade, e tendo destinação de uso totalmente afinada com a vida e a obra do nosso genial artista".

Procurada, a Prefeitura de Niterói disse que a consulta pública, feita por meio do Colab (site colaborativo), foi a maior já realizada no município, com mais de 34 mil participantes, e que 90,2% das pessoas votaram a favor da mudança. A Administração Municipal lembra também que a alteração foi aprovada pela Câmara de Vereadores.

"Vale ressaltar que nenhum dos processos municipais relativos à alteração do nome da rua, como alvarás, certidão de logradouro e averbação do novo nome, tem custos para moradores ou lojistas. Grande parte das solicitações poderá ser feita online", informa em nota a Prefeitura.

"De acordo com a Associação dos Notários e Registradores do Estado do Rio de Janeiro, os cartórios não participam, em nenhum momento, da modificação do nome de rua e não haverá necessidade de troca ou substituição no cartório", acrescenta o comunicado.

O presidente do Sindilojas, Charbel Tauil Rodrigues, afirmou que a entidade não recebeu nenhuma resposta oficial sobre o pedido. "O prefeito não responde a nenhum ofício nosso aqui em Niterói. Ele não debate, não tem diálogo com o comércio, infelizmente."

"Não somos contra a homenagem, mas a gente queria uma coisa muito maior. A Moreira César é para a gente como uma Oscar Freire, de São Paulo, uma rua de lojas de moda, onde os pontos são caríssimos. As grifes, as marcas investiram muito onde elas estão", diz.

Questionado se a ampla divulgação que foi dada à mudança do nome da via para rua Ator Paulo Gustavo não pode atrair novos consumidores, Rodrigues diz que "pode sim". "Mas quantos milhões, que você não consegue mensurar, já não foram gastos para construir uma Moreira César?", questiona.

Ele afirma que os comerciantes vão ter que mudar o nome da rua em sacolas, cardápios de restaurantes, materiais de propaganda, entre outros.

Rodrigues diz ainda que não acredita que a Prefeitura vai cancelar a alteração e que a entidade nem quer isso agora —ele acrescenta que o ofício do sindicato foi feito antes da autorização da mudança. "Acho que até seria uma injustiça com o próprio ator", afirma.

"A nossa briga é para que não aconteça mais uma coisa dessas. Nós nem tivemos esse debate", completa. "Vamos lutar por outras coisas e cobrar da prefeitura para que faça uma outra homenagem ao Paulo Gustavo."

SAIBA QUEM FOI O CORONEL ANTÔNIO MOREIRA CÉSAR

O coronel Antônio Moreira César nasceu no dia 7 de julho de 1850 em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo. Ele era considerado o maior especialista da força terrestre do Exército Brasileiro e conhecido pela brutalidade.

Moreira César participou da repressão à Revolta da Armada, em que marinheiros brasileiros se rebelaram contra o presidente Floriano Peixoto, no Rio. Ele também comandou prisões, fuzilamentos e execuções dos que apoiavam a Revolução Federalista, no sul do país.

O coronel morreu em 1897 na Guerra de Canudos, na Bahia onde foi escalado para uma 3ª tentativa de derrubar a comunidade.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo