|
  • Bitcoin 120.129
  • Dólar 5,1649
  • Euro 5,2600
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 01/03/2022, 13:07

Saiba quem é quem na 1ª negociação entre Ucrânia e Rússia na Belarus

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 01 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A reunião de negociações entre Rússia e Ucrânia ocorreu nesta segunda (28), em Gomel, na Belarus, e terminou sem avanços, com o anúncio de que as partes concordam com uma segunda rodada de diálogo.

Participaram do encontro, representando a Ucrânia, os deputados Rustem Umerov e David Arakhamia, entre outros. O primeiro se destacou no país pelo trabalho nas negociações para desocupação e reintegração da península da Crimeia, anexada em 2014 pela Rússia. Já o segundo é dirigente do partido Servos do Povo, ao qual pertence o presidente ucraniano, Volodimir Zelenski.

A delegação da Ucrânia foi liderada por Alexei Reznikov, ministro da Defesa, e contou com a participação do vice-chanceler Nikolai Tochitski e Mikhail Podoliak, principal assessor do gabinete presidencial.

Do lado russo, compareceram à rodada de negociações o general e vice-ministro da Defesa Alexander Fomin, o vice-ministro das Relações Exteriores Andrei Rudenko e o deputado Leonid Slutski, presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara de Deputados da Rússia. A negociação foi liderada por Vladimir Medinski, ex-ministro da Cultura da Rússia e, atualmente, assessor cultural do Kremlin.

A intenção da delegação ucraniana era chegar a um acordo para o cessar-fogo e a retirada das tropas russas, o que não ocorreu. Já os russos não explicitaram quais eram seus objetivos com a negociação, embora seja notório que a neutralidade ucraniana é o ponto principal das demandas de Vladimir Putin, que não quer a aproximação do país vizinho com a Otan, a aliança militar ocidental, e com a União Europeia.