|
  • Bitcoin 125.397
  • Dólar 5,0741
  • Euro 5,2058
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 04/03/2022, 17:14

Rússia bloqueia acesso ao Facebook

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 04 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Rússia bloqueou, nesta sexta-feira (4), o acesso ao Facebook. O governo de Vladimir Putin afirma que a decisão é uma resposta a restrições impostas pela rede social à mídia russa.

O órgão o regulador de comunicações do país, Roskomnadzor, afirmou que a plataforma discriminou 26 veículos ou páginas russas desde outubro de 2020.

A Meta, empresa que controla o Facebook, divulgou nesta semana que restringiu o acesso às páginas da Russia Today (RT) e Sputnik em toda a União Europeia sob a justificativa que praticavam desinformação. O objetivo era fazer o mesmo em todos os países do mundo, em relação a todas as contas e veículos controlados pelo Kremlin.

No Brasil, até o momento desta publicação, a reportagem pôde notar que as páginas, ao menos da Russia Today (RT) e da agência de notícias estatal RIA estavam com conteúdos recém-publicados.

No último sábado (26), o Facebook também anunciou a proibição de meios estatais russos de veicularem anúncios ou de monetizarem na plataforma em qualquer lugar do mundo. A medida também foi adotada pelo YouTube.

Em diversos lugares do mundo, o Facebook tem sido usado por manifestantes para organizar protestos contra autoridades locais. Na Rússia, atos contra a guerra da Ucrânia tem sido reprimidos com vigilância e prisões.

Ainda não se sabe se o Instagram, também administrado pela Meta, será banido da Rússia.

A Meta lamentou o bloqueio e disse que milhões de russos estão sendo silenciados por não terem mais acesso a informações confiáveis, além de não poderem utilizar mais a plataforma para interagir com familiares e amigos.