|
  • Bitcoin 142.883
  • Dólar 4,8157
  • Euro 5,1554
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 24/03/2022, 17:18

Rosângela Moro pode concorrer a deputada por SP e bater de frente com Boulos e Eduardo Bolsonaro

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 24 de março de 2022

MÔNICA BERGAMO
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A advogada Rosângela Moro, que é mulher do ex-juiz Sergio Moro, foi convidada pelo Podemos para ser candidata a deputada federal por São Paulo –e o partido tem grande expectativa de que ela enfim aceite a missão, apesar da resistência inicial à ideia.

Rosângela precisa decidir se disputa ou não o cargo pelo estado até o dia 2 de abril, quando se encerra o prazo para a filiação de candidatos a partidos políticos.

Caso concorde em concorrer às eleições legislativas, a advogada teria a opção de se candidatar pelo Paraná ou por SP.

A legenda, no entanto, prefere que ela dispute votos em São Paulo.

Por várias razões: em primeiro lugar, o Paraná já tem um candidato forte que incorpora o lavajatismo, o ex-procurador Deltan Dallagnol. Se concorrer ao legislativo pelo estado, Rosângela Moro acabaria dividindo votos com ele.

Já o estado de São Paulo ainda não tem um nome identificado com a Operação Lava Jato. E Rosângela poderia carregar essa bandeira.

Em segundo lugar, o estado é o mais populoso do país –e a advogada poderia atrair milhares de votos para a legenda.

Há hoje uma disputa velada entre Guilherme Boulos (PSOL-SP) e Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para ver quem será eleito deputado federal com o maior número de votos. Rosângela Moro teria condições de entrar na disputa, graças à força do marido em São Paulo.

Por fim, o Podemos tenta formar uma chapa com forte presença feminina em São Paulo para fortalecer a candidatura presidencial de Sergio Moro nesse segmento.

Há alguns meses, Rosângela Moro disse que não gostaria de disputar as eleições.