|
  • Bitcoin 141.551
  • Dólar 4,8667
  • Euro 5,1360
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 15/03/2022, 08:14

Rompimento de barragens deixa centenas de desabrigados no Ceará

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 15 de março de 2022

ROBERTO CRISPIM
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

JUAZEIRO DO NORTE, CE (FOLHAPRESS) - Duas barragens que romperam no final de semana deixaram 354 pessoas desabrigadas no interior do Ceará. As chuvas ocorridas no sábado (12) resultaram na destruição de reservatórios localizados no município de Várzea Alegre e Cedro, ambos na região sul do estado.

As chuvas atingiram 200 milímetros na localidade de Canindezinho, distrito de Várzea Alegre, deixando 54 famílias desabrigadas. Em Cedro, 300 pessoas estão desabrigadas. Conforme a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros, a inundação foi a maior registrada no município nos últimos 30 anos.

Pelo menos 11 localidades do interior do município de Várzea Alegre foram afetadas. A produção agrícola, conforme o município, foi levada pela força das águas, dando prejuízo aos moradores das regiões de Tapera, Lagoa da Onça, Jenipapeiro, Recanto, Baixio dos Patos, Cariuzinho e Lagoa Seca.

No distrito de Canindezinho, agentes da Defesa Civil realizam os primeiros levantamentos dos danos causados pelas chuvas.

Quatro escolas da região estão sendo preparadas para receberem os desabrigados.

O prefeito de Várzea Alegre, José Helder (MDB), diz que o volume das águas que atingiram a localidade está baixando, o que permite melhor atendimento às populações afetadas. A prefeitura diz que realizará uma campanha de arrecadação de alimentos para doação às vítimas das enchentes.

"Já iniciamos a distribuição de cestas básicas às famílias desabrigadas. Vamos criar um comitê específico para iniciarmos uma campanha de arrecadação de alimentos com o auxílio da iniciativa privada. O objetivo é diminuir ao máximo possível o sofrimento dos nossos irmãos e irmãs que tiveram percas por conta das inundações", disse o prefeito.

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT) também se manifestou sobre as enchentes ocorridas em Várzea Alegre e Cedro. Pelas redes sociais, disse ter enviado auxílio ao município tão logo tomou ciência da situação.

Santana também afirmou ter mantido contato com o prefeito do município, colocando o estado à disposição da população do município. "O governo não medirá esforços para minimizar os danos aos irmãos e irmãs de Várzea Alegre", disse.

Choveu em 80 municípios do Ceará durante o último final de semana, segundo a Funceme (Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos). O órgão prevê chuvas intensas na terça-feira e também na quarta em várias regiões do estado.

As áreas mais afetadas, conforme as previsões, estão concentradas na faixa litorânea, no Maciço de Baturité, no Cariri e sul do Sertão Central e no sertão dos Inhamuns.

De acordo com a Funceme, as chuvas ocorrerão em virtude de áreas de instabilidade pela proximidade com a zona de convergência intertropical, além de fatores locais, como temperatura, relevo e umidade.