|
  • Bitcoin 141.600
  • Dólar 4,8152
  • Euro 5,1466
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 21/03/2022, 18:29

Quarto de serviço resiste nos imóveis de luxo, mas tem dias contados

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 21 de março de 2022

JOANA CUNHA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O uso do Pix para pagamento de impostos em São Paulo saltou no último mês, segundo a Secretaria da Fazenda, após a conclusão, em fevereiro, do processo de implantação do modelo para outros órgãos do governo.

Desde o ano passado, os cidadãos e contribuintes do estado só já podiam usar o Pix para o pagamento de tributos na Sefaz-SP (como ICMS e ITCMD).

No total, foram cerca de R$ 60 milhões, mas o volume acelerou agora, após a expansão para os outros órgãos, chegando a R$ 9,5 milhões só em fevereiro, depois que passou a ser usado para mais tipos de pagamentos, como multas agrícolas, débitos na dívida ativa e outros.

O pagamento é feito pelo aplicativo da instituição financeira por meio do QR code impresso no documento de arrecadação dos órgãos estaduais.