|
  • Bitcoin 152.002
  • Dólar 5,0533
  • Euro 5,2574
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 30/03/2022, 16:53

PT quer que europeus monitorem as eleições brasileiras em outubro

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 30 de março de 2022

FÁBIO ZANINI
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em encontro com José Luis Rodríguez Zapatero nesta quarta-feira (30), Aloizio Mercadante (PT) pediu ajuda ao ex-primeiro ministro espanhol na montagem de uma equipe de observadores internacionais para acompanhar as eleições brasileiras.

O ex-ministro petista e Zapatero participam do encontro internacional "Democracia e Igualdade" na Universidade Estadual do Rio de Janeiro do Grupo de Puebla, que reúne líderes e representantes de movimentos e partidos de esquerda.

"O parlamento europeu tem constituído delegações plurais para acompanhar as eleições em muitos países. Aqui, será muito importante a presença de uma ampla e plural delegação internacional que contribua para assegurar o respeito aos resultados e que será uma eleição limpa e reconhecida", afirma Mercadante.

Nas últimas eleições no Brasil, observadores internacionais de organizações não governamentais (ONGs) acompanharam os pleitos e produziram relatórios que foram compartilhados com tribunais eleitorais.

Na manhã desta quarta-feira (30), o presidente Jair Bolsonaro (PL) colocou em questão a contagem dos votos nas eleições no Brasil, retomando ataques antidemocráticos que tem feito ao longo de seu mandato.

"Podem ter certeza, por ocasião das eleições, os votos serão contados no Brasil", disse.

"Não serão dois ou três que decidirão como serão contados esses votos. Nós defendemos a democracia, a liberdade, e tudo nós faremos, até com sacrifício da própria vida, para que esses direitos sejam relevantes e cumpridos, de fato, no Brasil", disse.

Diferentemente do que diz Bolsonaro, as urnas eletrônicas são auditáveis.