|
  • Bitcoin 102.844
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 20/01/2022, 18:32

PSB apoiará petistas em quatro estados, mas pede 'reciprocidade'

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 20 de janeiro de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

BRASÍLIA, DF (UOL/FOLHAPRESS) - Carlos Siqueira, presidente nacional do PSB, confirmou que o partido apoiará em 2022 candidatos do PT em quatro estados: Bahia, Sergipe, Piauí e Rio Grande do Norte.

Além disso, Siqueira afirmou que poderá oferecer "palanque" no Maranhão e Alagoas. No entanto, o representante do PSB cobrou o outro partido: "Há que se ter reciprocidade na construção da unidade política".

Siqueira disse que ainda fará uma "rodada de reuniões" nos estados para "aprofundar o debate sobre os nomes aos governos estaduais".

Em entrevista à CNN nesta quinta-feira (20), o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), confirmou que a sigla está convicta em seu apoio à possível candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a presidência da República.

"Defendemos no partido essa aliança com o PT para a candidatura do presidente Lula e vamos continuar conversando sobre alianças regionais", falou.

O governador também disse que as reuniões em seu estado começarão na próxima semana. "A gente vai chegar aos consensos necessários para 2022", explicou.

Ainda sem partido, Geraldo Alckmin é cobiçado também no PSB. "O partido está à disposição de Alckmin. Estamos aguardando o tempo dele, mas se ele tiver interesse ele será muito bem-vindo", afirmou Câmara à CNN.

A sigla terá um interesse especial em Alckmin caso ele decida ser vice-presidente em uma chapa com Lula. "O PSB vai apresentar, ainda estamos no campo das hipóteses, mas fiéis ao olhar para o que é importante no momento em que o Brasil vive", disse.