Previ, o bilionário fundo de pensão do BB, escolhe novo presidente


JULIO WIZIACK
JULIO WIZIACK

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O conselho deliberativo da Previ, o bilionário fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, aprovou nesta quarta-feira (9) a indicação do contador Daniel Stieler como seu novo presidente. Ele substituirá José Maurício Pereira Coelho, que deixa o comando do fundo nesta sexta-feira.

A posse, no entanto, dependerá de aprovação da Previc, o regulador dos fundos de pensão. Essa norma vigora desde 2017 e exige emissão de um atestado de habilitação para cargos na diretoria executiva e nos conselhos deliberativo e fiscal da Previ.

Daniel é graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Santa Maria (RS) e possui pós-graduações em Administração Financeira e Auditoria, ambas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), e MBA em Contabilidade, pela Universidade de São Paulo (USP).

Stieler entrou no Banco do Brasil na década de 1980 como menor aprendiz e fez carreira na instituição. Já foi assessor, gerente de núcleo e gerente de divisão na Diretoria de Contabilidade. Também foi gerente executivo na Diretoria de Contadoria e diretor de Controladoria.

Desde janeiro deste ano, comandava o Economus, instituto de seguridade social da Nossa Caixa, instituição adquirida pelo BB em 2009 e que não foi incorporada pela Previ. Stieler passou por todos os cargos no instituto, antes de assumir a diretoria-executiva.

Na Previ, foi conselheiro fiscal entre 2012 e 2016. No Banco Votorantim, além de conselheiro fiscal, foi membro do Conselho Consultivo. Também foi membro da Comissão de Assuntos Contábeis de Instituições Financeiras da Febraban durante 10 anos.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo