|
  • Bitcoin 150.669
  • Dólar 5,0617
  • Euro 5,2726
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 28/02/2022, 08:29

Prefeitura de São Paulo ilumina locais públicos em solidariedade a ucranianos

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 28 de fevereiro de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Prefeitura de São Paulo iluminou cinco locais públicos da cidade com as cores da bandeira da Ucrânia, azul e amarelo, entre a noite de domingo (27) e a madrugada desta segunda-feira (28). A manifestação "em solidariedade às vítimas da invasão militar russa" pode ser vista na sede da Prefeitura, no viaduto do Chá, na Biblioteca Mário de Andrade, no Monumento às Bandeiras (Parque Ibirapuera) e na Ponte Estaiada, sobre a marginal Pinheiros.

Os cinco pontos, locais simbólicos da capital, ficaram iluminados das 18h30 à 0h30.

"A prefeitura reafirma a convicção da cidade de São Paulo de que a única forma de superar conflitos é por meio do diálogo e de negociações pacíficas e diplomáticas", diz nota divulgada pela gestão municipal. "A cidade de São Paulo, ao longo da sua história, provou que a convivência harmônica entre povos é o único caminho para a superação de divergências.

Após quatro meses de crise com o Ocidente, a Rússia decidiu atacar a Ucrânia e estabelecer uma presença militar no Donbass (leste do vizinho). No quinto dia da guerra da Ucrânia, a madrugada desta segunda foi de mais explosões em diferentes partes do país, enquanto militares dizem que a ofensiva russa diminuiu o ritmo.

Na sexta (25), uma manifestação na avenida Paulista reuniu cerca de 50 pessoas em uma demonstração de apoio ao povo ucraniano após a invasão do país do leste europeu pela Rússia. Brasileiros e imigrantes, inclusive um refugiado, estavam presentes.

Os manifestantes entoaram palavras de ordem e o pedido de "Fora, Putin".

Em vários locais do mundo as cores azul e amarelo são usadas para homenagear os ucranianos. A Torre Eiffel, símbolo de Paris, na França, mudou a iluminação a pedido da prefeita Anne Hidalgo. Também receberam iluminação especial locais como o Portão de Brandemburgo, em Berlim, e o arco do Parque do Cinquentenário, em Bruxelas.