|
  • Bitcoin 121.481
  • Dólar 5,0538
  • Euro 5,2302
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 11/03/2022, 14:03

Postos cobram mais de R$ 10 por litro de gasolina no Acre após reajuste

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 11 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O litro da gasolina ultrapassou os R$ 10 em postos no interior do Acre, um dia depois de a Petrobras anunciar um reajuste de 18,7% no preço do combustível. Já o valor do diesel S-10, que também subiu 24,9%, segundo comunicado da estatal, chegou aos R$ 9,55 em alguns estabelecimentos do estado.

Registros feitos por moradores da região viraram assunto nas redes sociais. Em Jordão, a 636 km da capital Rio Branco, o aumento foi ainda mais expressivo, com o litro da gasolina custando R$ 11,56.

"Em Jordão, interior do Acre o preço do litro de gasolina já chega a R$ 11,56. O combustível está em falta na bomba do principal posto de combustível da cidade e não tem previsão de chegar. A recarga de gás do botijão de 13kg está custando R$ 145", informou Kézio Araújo em seu perfil no Instagram, compartilhando um vídeo da bomba com o valor reajustado.

Já uma reportagem do Balanço Geral mostrou um posto do estado cobrando R$ 10,55 pelo litro do combustível. Este preço foi o mais veiculado por moradores de cidades do interior do estado.

O reajuste registrado nesta semana é o maior promovido pela Petrobras desde janeiro de 2021, quando teve início a escalada dos preços dos combustíveis no país. É a segunda vez neste ano que a estatal sobe o valor da gasolina e do diesel vendidos em suas refinarias. O primeiro reajuste foi em 12 de janeiro, com alta de 4,9% no preço da gasolina e de 8,1% no litro do diesel S-10.

Com esse novo aumento, a gasolina ultrapassou os R$ 7 na média nacional e o diesel poderá chegar ao valor médio de de R$ 6,46 nos postos de abastecimento.

Levantamento do Observatório Social da Petrobras (OSP), organização ligada à Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), aponta que desde janeiro do ano passado o maior aumento havia sido registrado em 19 de fevereiro de 2021.

Na época, a gasolina ficou 10,2% mais cara e o diesel, 15,2%. Nesse período, incluindo a alta de hoje, a Petrobras já aumentou 13 vezes o preço da gasolina e 11 vezes o do diesel.

O anúncio do reajuste levou consumidores em várias cidades a formarem filas nos postos de combustíveis para abastecerem os carros antes ainda com preços sem aumento.