|
  • Bitcoin 121.615
  • Dólar 5,0547
  • Euro 5,2170
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 08/03/2022, 15:09

Podemos acata pedido de desfiliação de Arthur do Val

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 08 de março de 2022

CAROLINA LINHARES
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Podemos anunciou, nesta terça-feira (8), que acatou a desfiliação do deputado estadual Arthur do Val, alvo de processo de expulsão da legenda após o vazamento de áudios sexistas sobre as mulheres na Ucrânia.

"No Dia da Mulher, o Podemos recebe e acata desfiliação do deputado Arthur do Val. [...] Ele estava filiado ao partido há cerca de 30 dias", diz a nota da sigla.

O Podemos havia anunciado, nesta segunda-feira (7), a abertura de procedimento disciplinar para expulsar Arthur, que também é alvo de pedidos de cassação de mandato na Assembleia de São Paulo.

O deputado, que visitou a Ucrânia na semana passada, enviou áudios a amigos dizendo que as ucranianas são "fáceis" por serem pobres --e que a fila de refugiados da guerra tem mais mulheres bonitas do que a "melhor balada do Brasil".

Após a repercussão do caso, Arthur retirou a sua candidatura ao governo de São Paulo pela legenda. Ele admitiu que enviou os áudios a um grupo de amigos.

Logo depois do vazamento, diversos integrantes do Podemos, incluindo a presidente do partido, Renata Abreu, o presidenciável Sergio Moro, e o ex-procurador Deltan Dallagnol divulgaram comunicados recriminando as falas de Arthur do Val.

O ex-juiz Sergio Moro, até então defensor de sua candidatura ao governo do estado de São Paulo, indicou rompimento com Arthur do Val ao dizer que lamentava "profundamente as graves declarações" do deputado, youtuber também conhecido pelo apelido de Mamãe Falei e ligado ao MBL (Movimento Brasil Livre).

O parlamentar divulgou em rede social um pedido de desculpas ao dizer que o conteúdo das falas não foi correto com as mulheres brasileiras, ucranianas e com "todas as pessoas que depositaram confiança no meu trabalho".