|
  • Bitcoin 111.318
  • Dólar 5,2423
  • Euro 5,5322
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 21/01/2022, 17:28

Parlamentares trocam socos e empurrões no Congresso de Honduras

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 21 de janeiro de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Em sessão marcada por empurrões, troca de socos e acusações de "traição", parlamentares se reuniram nesta sexta-feira (21) para eleger a diretoria provisória do Congresso Nacional de Honduras (2022-2026).

Com 85 votos a favor —eram necessários 65—, os parlamentares elegeram o deputado Jorge Cálix como presidente do Congresso, em uma decisão que não respeitou o pacto entre partidos da base aliada. O episódio ocorre a menos de uma semana da posse da presidente eleita do país, Xiomara Castro de Zelaya.

Segundo o diário La Prensa, de Honduras, a confusão teria começado depois que o ministro do Interior, Leonel Ayala, abriu a sessão e um grupo de 20 deputados do Partido Libertad e Refundación (Libre) propôs Jorge Cálix (do Libre), um dos dissidentes, como presidente da Casa. A sugestão viola, portanto, um pacto formado com um dos partidos aliados. Cálix seria opositor a Xiomara, a nova presidente da República, eleita no mês passado.

A eleição tumultuada provocou brigas golpes e ofensas dentro da câmara. Vários seguidores do Partido Libre invadiram a sede legislativa como forma de protesto.

Nas redes sociais, a presidente eleita Xiomara Castro reagiu e descreveu o ocorrido como "traição". "A traição está completa", disse ela.