Paraisópolis, na zona sul de SP, celebra 100 anos e sonha com urbanização


LUCA CASTILHO
LUCA CASTILHO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Paraisópolis, uma das maiores e mais importantes comunidades de São Paulo, localizada na zona sul, completou 100 anos nesta quinta-feira (16), Para celebrar a data, o Pavilhão Social do G10 das Favelas promoveu uma série de eventos, como apresentações musicais, palestras e inaugurações do projeto "Favelas do Brincar", um espaço destinado às crianças, e da exposição "Memórias - Reflexos do Inevitável".

Para o presidente do G10 Favelas e líder comunitário de Paraisópolis, Gilson Rodrigues, o maior presente que o local pode ganhar para os próximos anos é a retomada de sua urbanização.

"Nosso maior desejo é a retomada da urbanização de Paraisópolis. Precisamos da retomada de investimentos para que as pessoas possam ter mais dignidade nos próximos anos", diz Gilson.

"Nosso sonho é que a favela possa se transformar em um bairro e que a gente possa ter abertura do parque Paraisópolis, construção da escola de música e de outras escolas", destaca o líder comunitário.

Durante o evento desta quinta, a Orquestra Filarmônica de Paraisópolis, regida pelo maestro Paulo Rydlewski, se apresentou e um enorme bolo de aniversário feito pelo Mãos de Maria, um projeto social que tem como objetivo dar autonomia econômica para as mulheres periféricas em situação de vulnerabilidade social, foi cortado durante os parabéns.

O dia ainda contou com a inauguração do projeto "Favelas do Brincar", um espaço ao ar livre dedicado às crianças, com jogos e brincadeiras lúdicas, como amarelinha.

A celebração foi encerrada com o grupo Trovadores Urbanos fazendo uma animada serenata amorosa, com sambas de Adoniran Barbosa e sucessos da música nacional.

Para ajudar o G10 das Favelas, que atua em Paraisópolis, é possível doar pelos sites g10favelas.org e novaparaisopolis.com.br. A entidade também recebe doações de alimentos na sede (rua Itamotinga, 100, Paraíso do Morumbi) ou valores em dinheiro por Pix (chave 12.772.787/0001-99).

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo