|
  • Bitcoin 120.505
  • Dólar 5,1649
  • Euro 5,2600
Londrina

Últimas Notícias

m de leitura Atualizado em 08/03/2022, 17:57

Novo iPhone tem 5G e visual de 2014

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 08 de março de 2022

LUCAS CARVALHO
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Confirmando os rumores das últimas semanas, a Apple oficializou nesta terça-feira (8) o lançamento de uma nova geração do iPhone SE, a versão mais acessível do seu principal produto. O preço começa em US$ 429 nos Estados Unidos, fazendo dele o iPhone mais barato do portfólio atual da Apple. As vendas por lá começam em 18 de março.

No Brasil, os modelos não têm data para lançamento. A Apple informou a reportagem que isso será "em breve". Contudo, os preços já foram divulgados: a versão de 64 GB custará R$ 4.199, a de 128 GB, R$ 4.699, e a 256 GB, R$ 5.699.

O preço de lançamento neste ano é maior que o do antecessor (lançado em 2020) no Brasil e nos Estados Unidos. O modelo anterior chegou respectivamente por a partir de R$ 3.699 e US$ 399.

Apesar do visual ultrapassado, semelhante ao do iPhone 6 de 2014, o corpo do aparelho é mais parecido com o iPhone 8, de 2017, com as linhas de antenas menos visíveis, traseira de vidro e botão de Início fixo, que não "afunda", mas simula o toque com um motor de vibração.

O iPhone SE (2022) vem com processador A15 Bionic, o mesmo usado nos celulares mais modernos da Apple, da linha iPhone 13, anunciada em setembro de 2021. Logo, possui o chip mais atual da companhia. Por conta dele, o lançamento garante compatibilidade com a conexão 5G.

De acordo com a empresa, novo aparelho é até 1,8x mais rápido que o iPhone 8.

O visual do celular é o mesmo do último iPhone SE, lançado em 2020. Assim como o irmão, ele só tem uma câmera traseira de 12 MP.

Isso significa que o celular não tem reconhecimento facial, mas mantém o botão físico de Início com leitor de impressões digitais.

Por ter o chip A15 Bionic, o iPhone SE (2022) oferece recursos de câmera que só os iPhones mais novos têm. Por exemplo: os estilos fotográficos, que mudam ligeiramente a maneira como o celular processa as cores captadas pela câmera; modo retrato, que deixa o fundo borrado e acompanha opções de iluminação artificial, sem a necessidade de uma lente extra específica para isso; e Deep Fusion, o algoritmo que ajusta os contrastes das fotos de acordo com o ambiente.

Outra mudança tem a ver com a durabilidade: o iPhone SE de 2022 vem com o mesmo vidro dos iPhones 13, que a Apple diz ser o mais resistente do mercado. Com certificação IP67, o celular também é mais resistente a água como os irmãos mais modernos.

A tela continua sendo LCD, em vez do Oled dos iPhones mais recentes, com 4,7 polegadas (11,9 centímetros de um canto ao outro na diagonal).

A Apple diz que a bateria "melhorou", mas não informou durante a apresentação quantas horas ela dura ou como se compara à do iPhone SE de 2020, ou mesmo à do iPhone 13.